Peregrinação do Migrante e Refugiado lançada esta Terça-feira em Fátima Milhares de emigrantes portugueses e de estrangeiros a residir no nosso país marcam presença por estes dias em Fátima, para a peregrinação anual do Migrante e do Refugiado, considerada pelos responsáveis da Igreja Católica como a demonstração de que a “fé cristã derruba muros e abate fronteiras” e tem uma capacidade de união. Este ano, a peregrinação ocorre após acontecimentos que envolveram imigrantes brasileiros. No assalto a uma dependência bancária em Lisboa. Acontecimento que, para D. António Vitalino, presidente da Comissão Episcopal da Mobilidade Humana, não pode constituir a ocasião de crescimento de “sentimentos xenófobos” em relação aos imigrantes que estão em Portugal. O Bispo de Beja falava em Fátima, na conferência de imprensa em que foram apresentadas a Peregrinação Internacional e a Semana Nacional de Migrações. Já o director da Obra Católica Portuguesa de Migrações, Frei Francisco Sales, referiu-se à importância crescente da juventude no mundo da mobilidade, este ano no centro desta Peregrinação ao Santuário de Fátima. Actualidade internacional O encontro com vários responsáveis da Igreja Católica serviu ainda para uma análise à actualidade internacional. O Bispo de Leiria-Fátima referiu-se à realização dos Jogos Olímpicos “como uma ocasião única da abertura desse grande país, que é a China”. Para D. António Marto, abertura ao mundo significa “abertura aos direitos humanos fundamentais”, nomeadamente a “liberdade religiosa”. “Que a China se possa abrir ao mundo, se possa abrir à liberdade religiosa e também ao Evangelho de Cristo” é o desejo do Bispo de Leiria-Fátima, expresso na apresentação da Peregrinação Internacional Aniversaria de Agosto. D. António Marto referiu-se também ao conflito armado no Cáucaso, que “já causou muitas vítimas”. Fazendo eco do recente pedido do Papa, apelou ao diálogo entre as partes como o caminho para o fim do conflito. O prelado aludiu ainda ao recente falecimento do escritor russo Alexandre Soljenitsin, Nobel da Literatura em 1970, um “crente que enfrentou o totalitarismo, denunciou as ideologias totalitárias”, um “lutador pela liberdade humana e religiosa”. D. António Marto referiu a presença da frase lapidar que caracterizou Soljenitsin: “A liberdade de uma só pessoa vale mais do que todo o comércio mundial”. Centenário de nascimento do beato Francisco Com temática específica, relacionada com o mundo da mobilidade, esta peregrinação insere-se também no centenário do nascimento do beato Francisco Marto. Para D. António Marto, esta deveria ser o momento para “dar ocasião ao protagonismo das crianças, da sua importância na transformação do mundo”. Na conferência de imprensa desta tarde, o Pe. Virgílio Antunes, Reitor nomeado para o Santuário de Fátima (que toma posse no dia 25 de Setembro próximo), apresentou um conjunto de iniciativas que se inserem nesta celebração: Congresso sobre o Beato Francisco (previsto para Junho de 2009) sobre o tema da contemplação e adoração; concurso “Francisco, o amigo de Jesus Escondido”, cujos resultados já estão expostos na igreja da Santíssima Trindade; Exposição sobre o Beato Francisco Marto; Exposição sobre os milagres eucarísticos (de origem italiana); publicação de uma biografia de Francisco Marto, dirigida a crianças; Encontro Nacional de coros infantis; Encontro das crianças adoradoras (Junho de 2009); Primeiro encontro nacional de antigos alunos dos seminários (24 a 26 Abril de 2009). Despedidas de Mons. Luciano Guerra Por ser a última vez que participa nesta conferência de imprensa, enquanto Reitor do Santuário de Fátima, Mons. Luciano Guerra agradeceu a presença crescente dos meios de comunicação social. “Foi a vossa presença que ajudou a ver Fátima com outros olhos”, disse. Mons. Luciano Guerra referiu mesmo a mudança de atitude de alguns órgãos de comunicação social, referindo que o facto de iniciarem a transmissão de algumas celebração a partir do Santuário revela o reconhecimento da importância de Fátima. O Santuário anunciou esta tarde que adquiriu um carro de exteriores, que coloca ao dispor da televisão Canção Nova, para as transmissões que efectua a partir de Fátima. FOTO: Santuário de Fátima

Partilhar:
Share