Encontro marcado para o Porto

Lisboa, 14 mai 2022 (Ecclesia) – A Companhia de Jesus promove hoje um fórum sobre as “famílias do século XXI”, com o objetivo de ajudar a “curar feridas”, após a experiência da Covid-19.

“A pandemia, durante dois anos, e agora a guerra pedem uma reflexão profunda”, disse à Agência ECCLESIA o padre Pedro Cameira, jesuíta.

O fórum das famílias, com o tema ‘As famílias do século XXI: perspetivas e desafios’, realiza-se na Universidade Católica Portuguesa, Centro Regional do Porto, e é organizado pelo Centro Universitário dos Jesuítas no Porto (Centro de Reflexão e Encontro Universitário – Inácio de Loyola).

O programa tem uma “parte com reflexões e outra parte prática”.

O centro universitário dos jesuítas tem 30 anos e é dirigido a estudantes universitários, mas as famílias “ocupam também um espaço central” porque “há uma grande ligação com gerações anteriores”, disse o padre Pedro Cameira, numa entrevista ao Programa ECCLESIA (RTP2).

O fórum abre com uma conversa entre o psicólogo Eduardo Sá e a jornalista Margarida Neves de Sousa, que vai refletir sobre as perspetivas e desafios das famílias.

“Uma conversa que pode abrir horizontes”, realça o sacerdote da Companhia de Jesus.

Na iniciativa realiza-se também um painel sobre ‘Quem educa, afinal’, que conta com a presença de José Matias Alves, Margarida Mano, Inês Teotónio Pereira e Salvador Ribeiro, com a moderação do jornalista Bernardo Ferrão.

De tarde haverá workshops e testemunhos sobre vários temas: sexualidade, sofrimento, gestão do tempo, tecnologias, namoro, recasados e saúde mental.

No final do dia, o padre Miguel Almeida, provincial dos Jesuítas, fará uma intervenção sobre ‘As famílias cristãs nos dias de hoje’.

O Centro de Reflexão e Encontro Universitário – Inácio de Loyola (CREU-IL) organiza o fórum das famílias no contexto do sexto aniversário da Exortação Apostólica do Papa Francisco ‘A Alegria do Amor’, no Ano dedicado à Família.

PR/LFS/OC

Partilhar:
Share