Foto: Santuário de Fátima

Fátima, 03 mar 2019 (Ecclesia) – O Santuário de Fátima acolheu este sábado a II Peregrinação Nacional das Pessoas com Doenças Raras, cujo programa incluiu uma Missa na Basílica da Santíssima Trindade.

O reitor do Santuário, padre Carlos Cabecinhas, começou com uma saudação de acolhimento “muito especial” dirigida às mais de 100 pessoas que nela participaram: “São únicos! Únicos, no olhar da Mãe de Jesus!”.

A sala de imprensa do Santuário de Fátima divulgou declarações de Elisabete Almeida, que participou com um grupo de 15 pessoas ligadas à APOFEN – Associação Portuguesa de Fenilcetonúria: “A paz e serenidade que experimentamos aqui ajuda-nos a colmatar as dificuldades que sentimos no nosso dia-a-dia”.

O programa da peregrinação seguiu, ao início da tarde, com uma catequese na Basílica de Nossa Senhora do Rosário, num momento de escuta e interiorização da narrativa de Fátima, onde, a partir da experiência dos Pastorinhos – evocada através de relatos das “Memórias da Irmã Lúcia” –, os participantes foram interpelados a olhar o “colo maternal que Deus oferece em Fátima, através de Maria”.

OC

Partilhar:
Share