Espaço dedicado a São Tiago está próximo da Universidade

Aveiro, 24 jun 2021 (Ecclesia) – O  Comité Organizador Diocesano (COD) de Aveiro “inaugurou” esta quarta-feira a igreja da Jornada Mundial da Juventude (JMJ) 2023 na diocese, um templo inserido num “bairro de periferia”, perto da Universidade e dedicado a São Tiago. 

“Este é mais um marco importante rumo às JMJ 2023 e este é um espaço privilegiado de encontro com Deus, escolhemos pela sua localização, dentro de um bairro de periferia, porque a JMJ quer chegar às periferias da sociedade, estamos perto da Universidade, muitos dos jovens que moram aqui à volta e aqui podem fazer caminho, e é dedicado a São Tiago, ele que faz tanta gente caminhar, que possa ser símbolo do caminhante”, explicou o coordenador do COD, padre Leonel Abrantes.

D. António Moiteiro presidiu à celebração da Eucaristia, com transmissão online, e incentivou os presentes a “viver a sua vocação”, “ajudando-se uns aos outros” e a “colocando-se ao serviço”.

“Qual a vossa missão, o que é que o Papa pede para a JMJ? Qual o tom que ele quer que a JMJ tenha, quer na sua preparação, seja na execução, e também nos pós JMJ?”, questionou o bispo de Aveiro.

O responsável apontou a necessidade “serem capazes de dizer aos jovens aquilo que é o segredo da vida cristã” e evocou São João Paulo II na frase “a fé cresce, dando-se”.

“É uma frase que me ajudou na minha vida e aqui partilho, quanto mais anuncio e testemunho mais eu vivo e sou discípulo, é este o caminho que proponho, a mim, aos comités locais e ao COD”, explicou D. António Moiteiro. 

A celebração teve lugar na Igreja de São Tiago, na Paróquia da Glória,  com a presença de apenas dois jovens por arciprestado e alguns responsáveis ligados à preparação da JMJ.

No fim o bispo de Aveiro recebeu, das mãos do coordenador do COD, uma t-shirt oficial da JMJ 2023, “de cor vermelha, por ser a cor oficial da diocese de Aveiro”.

SN

Partilhar:
Share