Cardeal-patriarca participou em evento online que assinalou centenário do nascimento do Papa polaco

Lisboa, 18 jan 2021 (Ecclesia) – O cardeal-patriarca de Lisboa evocou este domingo o percurso de São João Paulo II, numa conferência online, falando de um “intrépido defensor da vida em todas as suas fases, desde a conceção à morte natural”.

D. Manuel Clemente convidou a imitar o Papa polaco, pontífice entre 1978 e 2005, na sua capacidade de “valorizar e cuidar das famílias”, de “estar atento aos pobres e aos doentes” e de “falar com coragem e amor às crianças, aos jovens, às famílias, aos idosos, aos trabalhadores”.

“A dignidade intrínseca de cada pessoa humana está na origem da sua preocupação pela liberdade, pela paz, pela justiça, pelo cuidado da natureza. Sim, tudo o que é humano: o trabalho, a cultura e a arte, o desporto, a festa ou o luto, o amor, a educação, a experiência religiosa, tudo é relevante e tudo é iluminado e levado à plenitude na Redenção”, assinalou, na intervenção que proferiu durante o webinar internacional sobre o pensamento e a obra de São João Paulo II, que começou na sexta-feira, assinalando o centenário do nascimento de Karol Wojtyla (1920-2005).

“Foi enorme a importância que ele teve na vida da Igreja, de cada um dos seus membros e das comunidades, mas também para além das fronteiras da Igreja”, destacou D. Manuel Clemente.

O cardeal-patriarca de Lisboa falou de um “apóstolo do amor humano” que “queria ensinar que todas as realidades humanas devem ser amadas e conduzidas a Jesus Cristo para se encontrarem na sua verdade”.

“É visível a continuidade entre os últimos Papas neste amor à pessoa, na defesa da vida e da ecologia integral, e tudo isso é eco claro do amor de Deus por cada um de nós”, acrescentou.

A intervenção aludiu ainda à ligação do pontificado de São João Paulo II a Fátima.

“Esta relação impulsionou muito tantos jovens e menos jovens a aproximarem-se de Maria e, concretamente de Fátima, com um olhar renovado, a retomarem as peregrinações e a uma autêntica conversão. Peço a Nossa Senhora de Fátima que nos ajude a continuar a aprofundar e a tornar vida na nossa vida o magistério deste grande Papa e dos seus sucessores”, referiu D. Manuel Clemente.

A conferência online foi promovida por grupo de amigos de vários países, com o apoio do arcebispo de Cracóvia, reunindo especialistas do pensamento e da obra de São João Paulo.

OC

Partilhar:
Share