Bispo presidiu a exéquias fúnebres de militar, vítima de acidente na A1

Foto: GNR

Santarém, 11 jul 2020 (Ecclesia) – O bispo das Forças Armadas e de Segurança, D. Rui Valério, presidiu este sábado às exéquias fúnebres do militar da GNR Carlos Pereira, vítima de acidente na A1, e salientou “a essência de herói” no serviço por “Portugal e pelos portugueses”.

“Por Portugal e pelos portugueses, no cabal cumprimento da sua missão de Guarda derramou o seu sangue, deu a sua vida, entregou o melhor, o mais nobre e precioso de si”, disse o prelado na sua homilia.

D. Rui Valério apontou ainda a essência de herói fazendo um agradecimento.

“Encontramos aqui a essência do herói, a estatura do patriota, a substância do Guarda a servir a Pátria. Obrigado, Carlos, porque engrandeceste a Guarda e Portugal com a tua bravura, mas também com a tua lealdade e, sobretudo, com a dádiva de ti próprio”, afirmou. 

O prelado apontou ainda a esperança apesar do sofrimento da família, amigos e camaradas do comando territorial de Santarém.

“Caro Carlos, obrigado por teres perseverado nessa esperança que, antecipando os bens futuros, os torna presentes aqui e agora. E ter-te conhecido é a prova de que já possuímos o que ainda esperamos”, disse D. Rui Valério.

O Militar da GNR Carlos Pereira faleceu vítima do aparatoso acidente ocorrido na passada terça-feira, na A1 entre Torres Novas e Santarém, e as cerimónias fúnebres aconteceram este sábado na Igreja de Nossa Senhora de Alcáçovas, em Santarém.

SN

Partilhar:
Share