Ofertas entre os 8 e os 110 euros ajudam áreas como alimentação, estudos, condições de higiene, saneamento e habitabilidade

Lisboa, 19 nov 2021 (Ecclesia) – A Fundação Fé e Cooperação (FEC), da Conferência Episcopal Portuguesa, lançou a sua campanha de Natal ‘Presentes Solidários’, para ajudar comunidades nos países lusófonos em áreas como alimentação, estudos, condições de higiene, saneamento e habitabilidade.

Numa nota enviada hoje à Agência ECCLESIA, a fundação católica informa que o seu catálogo de Natal tem 10 presentes, com valores que oscilam entre os 8 e os 110 euros, que podem ser adquiridos até ao dia 6 de janeiro de 2022.

A organização não-governamental de apoio à cooperação e desenvolvimento via apoiar comunidades nos oito países lusófonos: Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste.

A FEC destaca que “com apenas 10 euros” se pode garantir a alimentação básica de uma das 60 famílias apoiadas numa das “cidades mais pobres de Mato Grosso”, no Brasil; por 29 euros, é possível oferecer “todo o material escolar” a uma das 392 crianças deslocadas de Cabo Delgado, em Moçambique.

Fazer “a diferença” neste Natal é o convite da Fundação Fé e Cooperação que se pode realizar através do apoio dos estudos de 145 crianças vulneráveis no Namibe, em Angola, “com um kit escolar por 32 euros”, ou a melhorar as condições de habitabilidade das famílias mais vulneráveis da Ilha de São Vicente, em Cabo Verde, “doando 22 euros”.

Em Bafatá, Guiné-Bissau, os ‘Presentes Solidários’, por 8 euros vão beneficiar as “condições de saneamento” para os mais de 600 alunos da Escola São Francisco Xavier, e garantir um “descanso digno e condições de higiene” às 40 crianças da Casa dos Pequeninos, em São Tomé.

Em Portugal, a ajuda solidária vai permitir a capacitação de “mais de 70 voluntários missionários”, e, em Timor-Leste, que as 320 crianças e jovens acolhidas pelo Centro Comunitário Nossa Senhora de Fátima possam frequentar a escola.

Os ‘Presentes Solidários’ estão a comemorar 15 anos, apresentam-se com uma nova imagem, e “são o presente ideal para viver o espírito de Natal”.

“Ao oferecer um postal personalizado a um familiar ou amigo está, simultaneamente, a oferecer um bem concreto a uma comunidade num dos oito países lusófonos”, salienta a organização católica.

A Fundação Fé e Cooperação comemorou 30 anos de existência, em 2020, no dia 13 de março; foi fundada em 1990 pela Conferência Episcopal Portuguesa, pela Conferência dos Institutos Religiosos de Portugal (CIRP) e Federação Nacional dos Institutos Religiosos (FNIS).

CB/OC

Partilhar:
Share