Fátima, 07 nov 2018 (Ecclesia) – A União das Misericórdias Portuguesas (UMP) realiza hoje e esta quinta-feira as Jornadas de Cuidados Continuados Integrados, no Centro João Paulo II, em Fátima.

Com este encontro a UMP pretende promover o debate e a partilha sobre a realidade das Misericórdias Portuguesas em relação aos Cuidados Continuados e à sua experiência na Rede Nacional de Cuidados Continuados Integrados (RNCCI), realça uma nota enviada à Agência ECCLESIA.

Atualmente, as Misericórdias Portuguesas disponibilizam 4.259 camas para a RNCCI de um total de 117 Unidades, o que representa cerca de 51% da capacidade desta rede.

O crescente envelhecimento da população exige “uma maior oferta de serviços de cuidados continuados, bem como o desenvolvimento de competências específicas nos vários níveis técnicos e estruturais e ambientais adaptadas a esta realidade e que deem a melhor resposta às necessidades que surgem”.

Conscientes deste impacto, as Misericórdias Portuguesas têm estado “a trabalhar continuamente para o desenvolvimento de estruturas adequadas, em termos de apoio domiciliário, centro de dia e/ou unidades de longa duração, assentes em planos de reabilitação adequados às necessidades da população e com capacidade de apoio na manutenção de atividades e de integração social”.

A sessão de abertura das Jornadas de Cuidados Continuados Integrados conta com a presença do presidente da Câmara Municipal de Ourém, Luís Miguel Albuquerque, com o reitor do Santuário de Fátima, Carlos Cabecinhas, e com o presidente da UMP, Manuel de Lemos.

Esta quinta-feira, a sessão de encerramento vai ser presidida pelo secretário de Estado Adjunto e da Saúde, Francisco Ramos, a partir das 17h30.

LFS

Partilhar:
Share