Cidade do Vaticano, 25 jan 2018 (Ecclesia) – O Papa Francisco associou-se hoje à inauguração cátedra ‘Gaudium et Spes’ no Pontifício Instituto Teológico João Paulo II para as ciências do matrimónio e da família, sublinhando a “importância antropológica” da aliança homem-mulher.

“A extraordinária importância antropológica e social que hoje assume a aliança do homem e da mulher, para abrir um novo horizonte para a convivência humana como um todo, exalta a sua vocação original para ser o intérprete da bênção de Deus para toda a criação”, escreveu, numa carta dirigida a D. Vincenzo Paglia, grão-chanceler deste Instituto, sediado em Roma.

A ‘Gaudium et Spes’ é um dos documentos centrais do Concílio Vaticano II (1962-1965).

O Papa sublinha que nesta constituição pastoral, a Igreja soube exprimir uma “compreensão profundamente renovada do Evangelho da família”, que viria a desembocar nas assembleias do Sínodo dos Bispos sobre a realidade familiar (2014 e 2015), cujos trabalhos inspiraram a exortação apostólica ‘Amoris laetitia’.

A cátedra ‘Gaudium et Spes’, realça Francisco, ajuda a que o Instituto Teológico “esteja na vanguarda dos novos desafios pastorais”.

“As alegrias e as esperanças, as tristezas e as angústias dos homens de hoje, dos pobres, acima de tudo, e de todos os que sofrem, são também as alegrias e as esperanças, as tristezas e as angústias dos discípulos de Cristo, e não há nada de genuinamente humano que não encontre eco no seu coração”, realça o Papa, citando o documento conciliar.

OC

Partilhar:
Share