«Todas as noites refletíamos nas catequeses de preparação para esse grande evento», disse o padre José Pedro Novais

Vila Nova de Famalicão, 08 set 2022 (Ecclesia) – Um grupo de jovens de Santa Maria de Arnoso e de São Miguel de Jesufrei, no Arciprestado de Vila Nova de Famalicão (Arquidiocese de Braga), peregrinaram até à Catedral de Santiago de Compostela como preparação para a JMJ Lisboa.

“O objetivo da peregrinação era preparar os jovens para o encontro mundial da juventude do próximo ano, em Lisboa. Todas as noites refletíamos nas catequeses de preparação para esse grande evento”, explica o padre José Pedro Novais, numa nota enviada à Agência ECCLESIA.

Segundo o pároco, foram “cerca de 217 km de aventura, companheirismo, fé”, de encontro com a natureza, com outros peregrinos, com o próprio universo e interiormente, numa Peregrinação a Santiago de Compostela, com o lema: ‘Sal da tua terra’, entre 30 de agosto e 5 de setembro, e inserida no Ano Jubilar.

“A contemplação da natureza e a relação com as pessoas fazem-nos mais humanos, humildes, simples e pacíficos. Todos deram o seu melhor e, por trilhos entre vales e montanhas, alcançamos o nosso sonho”, realçou.

O padre José Pedro Novais assinala que o “pequeno grupo de jovens”, de Santa Maria de Arnoso e de São Miguel de Jesufrei, experienciou, “na mente e no coração, cada sílaba da frase”: “Num caminhar em processo de conversão, fazendo-nos próximos e como discípulos em missão”.

A Jornada Mundial da Juventude (JMJ) nasceu por iniciativa do Papa João Paulo II, após o sucesso do encontro promovido em 1985, em Roma, no Ano Internacional da Juventude.

A celebração assinala-se anualmente, a nível diocesano (atualmente na solenidade de Cristo-Rei, último domingo do ano litúrgico), e tem uma edição internacional, a cada dois ou três anos, numa grande cidade, para o encontro de jovens de todo o mundo com o Papa.

A próxima edição internacional da JMJ vai decorrer em Lisboa, de 1 a 6 de agosto de 2023; a edição portuguesa foi anunciada para este ano de 2022, mas acabou por ser adiada, devido à pandemia de Covid-19.

A primeira edição aconteceu em 1986, em Roma, tendo depois passado pelas cidades de Buenos Aires (1987), Santiago de Compostela (1989), Czestochowa (1991), Denver (1993), Manila (1995), Paris (1997), Roma (2000), Toronto (2002), Colónia (2005), Sidney (2008), Madrid (2011), Rio de Janeiro (2013), Cracóvia (2016) e Panamá (2019).

CB

Partilhar:
Share