Comunidade é tocada «pela marcha suave da juventude» que anuncia Jesus

Viana do Alentejo, 08 ago 2019 (Ecclesia) – O Movimento dos Convívios Fraternos está a dinamizar umas férias missionárias onde os participantes trocaram “a possibilidade de nada fazer pela disponibilidade de dar a sua vida” à comunidade de Alcáçovas, durante uma semana.

“Crianças, jovens, adultos e idosos, todos são tocados pela marcha suave desta juventude que canta nas ruas, visita os doentes, fala às famílias, brinca e joga com as crianças, abraça um senhora que vive sozinha, troca dois dedos de conversa com os “manos” que vai encontrando”, destaca um comunicado enviado hoje à Agência ECCLESIA pelo Departamento da  Pastoral Juvenil da Arquidiocese de Évora.

A nota explica que para estas férias missionárias os jovens foram desafiados a “trocar nada por tudo” e a possibilidade de “nada fazer pela disponibilidade de dar a sua vida”.

Desde o dia 3, os participantes desta atividade cantam e rezam na praça, na atividade de tempos livres de verão, no lar, na igreja, até ao próximo domingo, dia 11.

Neste contexto, nove jovens missionários levaram para esta semana “violas, energia, alegria” e uma “condição enorme” de fazer festa na vida dos outros com quem partilham “a felicidade que é conhecer Cristo Vivo” e têm como base a Casa Paroquial de Alcáçovas onde se instalaram.

Segundo o Departamento da Pastoral Juvenil, as Férias Missionárias acontecem nas paróquias da Arquidiocese de Évora há mais de 20 anos e os jovens que participam na edição de 2019 “viveram todos a experiência de um Convívio Fraterno” e estão a ser acompanhados pelos padres Manuel José Marques e Fernando Lopes.

CB/OC

Partilhar:
Share