Síria: Cristãos que perderam a vida na guerra civil vão ser recordados pela FAIS

Lisboa, 15 set 2022 (Ecclesia) – O presidente executivo da Fundação AIS vai depositar junto ao ícone de Nossa Senhora das Dores – Consoladora dos Sírios, os nomes dos 1271 cristãos que perderam a vida, desde 2011 até à atualidade, na guerra civil que assola a Síria.

A cerimónia vai ter lugar esta sexta-feira, dia 16 de Setembro, no mosteiro de São Elias de Rableh (Síria) onde “são esperados mais de mil peregrinos”, realça uma nota enviada à Agência ECCLESIA.

Thomas Heine-Geldern está na Síria para assistir ao final da peregrinação do ícone de Nossa Senhora das Dores, que foi benzido pelo Papa Francisco em Roma, a 15 de setembro de 2019, e que ao longo de três anos percorreu as 34 dioceses do país, tanto católicas como protestantes.

A iniciativa, «Consola o teu povo», promovida pela Fundação AIS com o apoio do Papa Francisco, e que teve como objetivo implorar pela paz e pedir a proteção dos cristãos na Síria, terminou, esta quarta-feira com uma procissão na cidade de Homs, “uma das mais devastadas logo nos primeiros anos de guerra”.

A guerra na Síria, que persiste ainda nos dias de hoje embora de forma muito localizada em algumas regiões no norte e nordeste do país, causou milhares de mortos, cerca de 6,7 milhões de deslocados internos e 6,6 milhões de refugiados, de acordo com números da ONU.

LFS

Partilhar:

Últimas AGENDA

Notícias do dia

Fevereiro 2024
D S T Q Q S S
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
2526272829  
Scroll to Top