Liturgia: Arquidiocese de Braga realiza encontro de acólitos

Braga, 30 jun 2023 (Ecclesia) – A Arquidiocese de Braga vai realizar o seu terceiro Encontro Arquidiocesano de Acólitos, este sábado, dia 1 de julho, entre as 14h30 e as 19h00, no Santuário de Nossa Senhora do Pilar, na Póvoa de Lanhoso.

“O tema deste evento, na esteira das Jornadas Mundiais da Juventude, será ‘Passo a Passo com Maria’”, informa o Departamento Arquidiocesano para a Liturgia de Braga, que dinamiza este encontro através do seu Serviço de Ministérios Litúrgicos, lê-se no sítio online da diocese.

“Todos aqueles que servem o altar”, na arquidiocese minhota, foram convidados para o III Encontro Arquidiocesano de Acólitos de Braga que, segundo o programa, vai proporcionar “uma tarde repleta de interessantes atividades”.

Esta iniciativa realiza-se este sábado, dia 1 de julho, a partir das 14h30, com o acolhimento, no santuário de Nossa Senhora do Pilar, na Póvoa de Lanhoso.

Depois, às 15h00, Emanuel António Dias, criador do projeto ‘Pray to Love’, orienta a dinâmica ‘Servidores d’Alegria’, seguindo-se uma “caça ao tesouro”, organizada pela equipa arquidiocesana, a partir das 16h00.

Segundo a organização, cada participante deve levar o seu lanche (17h15) e a alva e o cíngulo, a paramentação começa às 17h45, para participarem na Eucaristia, que vai ser presidida pelo bispo auxiliar de Braga, D. Delfim Gomes, às 18h00.

O Departamento Arquidiocesano para a Liturgia de Braga, através do seu Serviço de Ministérios Litúrgicos, informa ainda que o terceiro Encontro Arquidiocesano de Acólitos vai terminar, após a Missa, com uma fotografia de grupo, pelas 19h00.

O Serviço Nacional de Acólitos (SNL), da Conferência Episcopal Portuguesa (CEP) explica que o acólito, “na celebração da liturgia, precede, vai ao lado ou segue outras pessoas, para as servir e ajudar”, e diferencia que existem acólitos instituídos e acólitos não instituídos.

Os primeiros são os que “o bispo duma diocese chamou e fez acólitos” enquanto os acólitos não instituídos “são em muito maior número”, e os que se conhecem “melhor”, porque estão “todos os domingos a servir na Missa, nas nossas paróquias”.

“Eles podem ser rapazes ou raparigas. Quem os chama para serem acólitos é o pároco e não o bispo da diocese. Esse chamamento é precedido duma preparação”, acrescenta o SNL, lê-se no seu sítio online.

CB

Partilhar:

Últimas AGENDA

Notícias do dia

Julho 2024
D S T Q Q S S
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  
plugins premium WordPress
Scroll to Top