França: «Esperança e renascimento», no Prémio Padre Jacques Hamel atribuído a duas jornalistas

Foto: Vatican Media

Cidade do Vaticano, 25 jan 2024 (Ecclesia) – O Prémio Padre Jacques Hamel 2024 distingue as jornalistas Sarah-Christine Bourihane e Romina Gobbo, pelas histórias de “esperança e renascimento”, e é entregue no dia 25 de janeiro, às 16h30 locais, nos Encontros Internacionais de São Francisco de Sales, em Lourdes (França).

A jornalista Sarah-Christine Bourihane contou a história de uma religiosa da Congregação de Notre-Dame que “viveu o inferno” em África quando foi sequestrada, informa o portal ‘Vatican News’

‘Captive et libre’ (Cativa e livre) é o título do artigo de Sarah-Christine Bourihane, que publicou na revista ‘Le Verbe’, na edição de março-abril de 2023; esta revista católica, com sede no Quebeque (Canadá), testemunha a esperança cristã unindo fé católica e cultura contemporânea.

Já Romina Gobbo entrevistou o ginecologista congolês, Denis Mukwege, Prémio Nobel da Paz de 2018, por ocasião da sua visita ao Vaticano, em junho de 2023, onde participou num encontro de laureados com o Prémio Nobel por iniciativa do Papa Francisco.

Denis Mukwege recebeu o Prémio Nobel pelo “seu compromisso de tratar mulheres e meninas vítimas de violação na guerra, especialmente na região dos Grandes Lagos”.

O ginecologista congolês e ativista dos direitos humanos fundou um hospital em Bukawu, e numa audiência com o Papa, a 9 de dezembro de 2022, no Vaticano, contou a Francisco que tenta “salvar a vida e o futuro de mulheres, meninas e até mesmo de meninas que são vítimas de violência sexual, usadas como arma de guerra pelas milícias dos grupos que combatem o governo de Kinshasa”.

Após a entrevista ao ginecologista congolês, Denis Mukwege, a jornalista Romina Gobbo escreveu o artigo ‘O anjo das mulheres’, que publicou em setembro de 2023, na revista italiana ‘Messaggero di Sant’Antonio’, de Pádua.

Foto Santuário de Nossa Senhora de Lourdes (SNDL)/Pierre Vincent; Encontros Internacionais de São Francisco de Sales (arquivo)

O Prémio Padre Jacques Hamel 2024 vai ser entregue nos Encontros Internacionais São Francisco de Sales, pelo arcebispo de Rouen, D. Dominique Lebrun, e pelo núncio apostólico (representante do Papa) na França, D. Celestino Migliore, neste dia 25 de janeiro, às 16h30 locais (menos uma hora em Portugal), em Lourdes.

Nesta sétima edição, o Prémio Padre Jacques Hamel tornou-se internacional, foi criado pela Federação dos Media Católicos franceses para dar destaque a trabalhos sobre iniciativas em favor da paz e do diálogo inter-religioso, informa o ‘Vatican News’.

A 27ª edição dos Encontros Internacionais de São Francisco de Sales conta com cerca de 250 correspondentes, repórteres e editores de todo o mundo; organizados pela Federação dos Meios de Comunicação Católicos Franceses em colaboração com o Dicastério para a Comunicação, Signis e a União Católica da Imprensa Italiana, decorrem entre 24 e 26 de janeiro.

A partir do tema geral ‘Tempo de turbulência’, os participantes deste encontro refletem ao longo destes três dias sobre os media e a guerra, a Inteligência Artificial, tema da mensagem do Papa Francisco para o Dia Mundial das Comunicações Sociais 2024, divulgada ontem, e o Sínodo dos Bispos sobre sinodalidade.

A 26 de julho de 2016, o padre francês Jacques Hamel, octogenário, foi assassinado durante a celebração da Missa, na igreja de Saint-Etienne-du-Rouvray, próximo de Rouen, no norte de França, por fundamentalistas islâmicos, que foram abatidos pelas forças policiais.

CB/OC

Partilhar:

Últimas AGENDA

Notícias do dia

Fevereiro 2024
D S T Q Q S S
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
2526272829  
Scroll to Top