Beneditinos: Tocha da paz vai estar em Lisboa, Fátima e abadia de Singeverga

Lisboa, 24 fev 2023 (Ecclesia) – A cidade de Lisboa vai acolher, dia 02 de março, a tocha da paz para recordar os valores de São Bento, padroeiro da Europa, que depois segue para o Santuário de Fátima e para a abadia de Singeverga (Santo Tirso – Porto).

Depois das localidades portuguesas a luz da paz regressa às cidades beneditinas de Núrsia, Subiaco e Cassino (Itália), lê-se no site VaticanNews.

Desde 1964, quando Paulo VI proclamou São Bento como Patrono da Europa, a tocha «Pro Pace et Europa Una» foi acesa “em muitas capitais europeias” e, em 2021, quando a pandemia do Covid-19 imperava, “a luz de São Bento iluminou o hospital de Bérgamo”.

Após ter sido abençoada pelo Papa Francisco no dia 9 de fevereiro, a tocha da paz vai ser acesa no dia 25 de fevereiro na cripta da Basílica de Núrsia e as celebrações encerram a 21 de março.

“Num tempo em que a guerra voltou a assolar a nossa Europa”, os povos e os responsáveis ​​pela política mundial devem “encontrar nos valores e no programa de vida de São Bento um vigoroso impulso para a construção de uma ordem moral internacional, baseada na justiça e paz”.

Este é o desejo das cidades de Núrsia, Subiaco e Cassino, expresso na mensagem de paz por ocasião das celebrações beneditinas de 2023, apresentada na sede da representação do Parlamento Europeu na cidade de Roma (Itália).

O objetivo das celebrações, patrocinadas entre outros pelo Parlamento Europeu, pelo Ministério da Cultura italiano e pelas embaixadas da Itália em Portugal e de Portugal na Itália, é recordar – afirmou o abade Donato Agliari, administrador apostólico de Montecassino – que a inspiração de São Bento “não é apenas um legado do passado, mas deve ser recuperado na Europa de hoje”, porque é “uma escola de amor e comunhão por um mundo um pouco mais pacífico, belo, habitável e simplesmente mais humano”.

As celebrações deste ano vão ser também as primeiras após a morte de Bento XVI, particularmente devoto de um dos fundadores do monaquismo ocidental.

“Este ano quisemos homenagear a figura do Papa Bento XVI visitando o seu túmulo”, recordou Luigi Maria Di Bussolo, monge de Montecassino e presidente da Fundação São Bento.

LFS

Partilhar:

Últimas AGENDA

Notícias do dia

Julho 2024
D S T Q Q S S
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  
plugins premium WordPress
Scroll to Top