Angra: Diocese celebra Dia do Catequista, na Ilha Terceira

«Queremos fazer deste dia um momento de verdadeiro encontro» – Padre Jacob Vasconcelos

Angra do Heroísmo, Açores, 24 abr 2024 (Ecclesia) – A Diocese de Angra vai realizar o Dia Diocesano do Catequista, com o tema ‘Assumir um Ministério é colocar-se ao Serviço’, esta quinta-feira, dia 25 de abril, a partir das 14h00 locais, no Salão Paroquial do Posto Santo.

“Queremos fazer deste dia um momento de verdadeiro encontro. Mais do que grandes formações teóricas, que temos tido ao longo do ano catequético, procuraremos ter mais momentos vivenciais, com experiências celebrativas, na linha do ‘Ser Catequista’ que desemboca numa linha celebrativa”, disse o diretor do Serviço Diocesano de Apoio à Evangelização, Catequese e Missões da Diocese de Angra (SDAECM), o padre Jacob Vasconcelos, ao portal online ‘Educris’ do Secretariado Nacional da Educação Cristã.

O Dia Diocesano do Catequista de Angra, prevê “momentos de formação, convívio, oração e reflexão”, começa pelas 14h00, no Salão Paroquial do Posto Santo, em Angra do Heroísmo, na Ilha Terceira, e termina com a celebração da Eucaristia, presidida pelo bispo diocesano, D. Armando Domingues, pelas 17h00, informa o sítio na internet ‘Igreja Açores’.

A Igreja Católica em Portugal tem um novo itinerário para a catequese, aprovado pela Conferência Episcopal Portuguesa (CEP) em 2022, que pretende formar os catequisandos para além da celebração de um sacramento, de um diploma e de um percurso semelhante ao escolar definido por anos.

O novo itinerário de inspiração catecumenal proposto pelos bispos portugueses tem quatro tempos diferentes: ‘o Despertar da Fé, a Iniciação à Vida Cristã, o Aprofundamento Mistagógico e o Discipulado Missionário’; os bispos portugueses, através da Comissão Episcopal da Educação Cristã e Doutrina da Fé, receberam materiais catequéticos da coleção que tem como nome global ‘Emaús’.

O padre Jacob Vasconcelos refere que na Diocese de Angra o ‘Itinerário de iniciação à vida cristã das crianças e dos adolescentes com as famílias’ “está a ser bem acolhido”, por vezes com “algumas resistências, algumas perplexidades”, naturais num processo de mudança.

O responsável do Serviço da Evangelização, Catequese e Missão da Diocese de Angra acrescentou, em declarações ao Educris, que este “percurso” permite aos catequistas realizaram “o encontro pessoal com Jesus Cristo” ou “fazer dele memória”.

CB

Partilhar:

Últimas AGENDA

Notícias do dia

Junho 2024
D S T Q Q S S
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30  
plugins premium WordPress
Scroll to Top