Angra: Bispo vai presidir ao seu primeiro Conselho Pastoral Diocesano

«Temos de perceber como é que, em conjunto e em diálogo com as instituições e com as pessoas que estão no terreno, podemos evangelizar», assinala D. Armando Esteves Domingues

Angra do Heroísmo, 08 jun 2024 (Ecclesia) – O bispo de Angra vai reunir com o Conselho Pastoral Diocesano, de 8 a 10 de junho, e ouvir estes conselheiros sobre os desafios da sinodalidade, a participação e corresponsabilidade dos leigos, o funcionamento da diocese e o seu itinerário do Jubileu da Esperança.

“Foram feitas consultas antes deste Conselho Pastoral Diocesano e damos conta que há muita insatisfação, não conseguimos chegar ao mundo, não conseguimos mudar os pobres, cada dia parece que há mais na rua, sobretudo nas cidades maiores, mas também tanto abandono escolar, as drogas químicas e não só que, neste momento, matam a juventude açoriana em tantos locais”, disse D. Armando Esteves Domingues, em declarações à Agência ECCLESIA e Rádio Renascença.

O bispo de Angra salienta que o Conselho Pastoral Diocesano é “o último dos grandes conselhos de consulta que existem em uma diocese”, que reúne padres, religiosos, leigos dos serviços e movimentos de apostolado, e “cerca de uma dezena de pessoas que foram convidadas pelo bispo, numa lógica de sinodalidade”, o acrescenta o portal online ‘Igreja Açores’.

“Nós temos que perceber como é que, em conjunto e em diálogo com as instituições e com as pessoas que estão no terreno, podemos evangelizar. Isto é deixar-nos provocar por eles, o que é que eles nos têm a dizer para nos purificarem a linguagem, os gestos e as ações e nos obrigarem também a sair para caminharmos juntos”, explicou o bispo diocesano.

“Não é para dizer, eu tenho a resposta para ti. Não, vamos ver que resposta é que vemos dar a este setor onde tu estás, a este mundo que tu vives, a esta experiência que, se calhar, não te realiza, como eu também tenho outras que não me realizo. Não é uma atitude superioridade que nós queremos ter”, desenvolveu D. Armando Esteves Domingues.

O bispo de Angra, o 40.º bispo diocesano tomou posse no dia 15 de janeiro de 2023, e vai ter a sua primeira reunião com o Conselho Pastoral Diocesano, o seu o órgão de consulta mais abrangente, de 8 a 10 de junho; as perguntas foram organizadas em três áreas: A formação, correspondente ao laboratório da sinodalidade; a organização pastoral, referente ao laboratório da fraternidade; a preparação para o Jubileu da Esperança, incluída no laboratório da esperança.

Neste sentido, a Diocese de Angra explica que o responsável diocesano pretende ouvir os seus consultores, e convidados, sobre os desafios da sinodalidade, “nomeadamente uma maior participação e corresponsabilidade dos leigos”; o modo de funcionamento da diocese, “no que respeita à articulação e interligação de serviços e movimentos”, e ainda o itinerário diocesano para celebrar o Jubileu da Esperança 2025.

“Este Conselho Pastoral Diocesano também há de chegar a lermos, a refletirmos, sobre as estruturas que temos e como é que nós poderemos ajudar a sair missionariamente em relação ao mundo”, acrescentou D. Armando Esteves Domingues.

A Proposta de Itinerário Pastoral da Diocese de Angra, intitulado ‘Todos, Todos, Todos, Caminhar na Esperança’, lançada a 26 de novembro de 2023, aponta para uma caminhada sinodal até ao ano de 2025, o Jubileu da Esperança, para que seja lançado um Plano Diocesano que os levará aos 500 anos desta diocese, até 2034.

PR/CB/OC

 

Partilhar:

Últimas AGENDA

Notícias do dia

Junho 2024
D S T Q Q S S
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30  
plugins premium WordPress
Scroll to Top