Algarve: Patriarca de Lisboa é o pregador da Festa da «Mãe Soberana»

Loulé, 02 abr 2024 (Ecclesia) – O patriarca de Lisboa, D. Rui Valério, vai ser o pregador da ‘Festa Grande’ em honra de Nossa Senhora da Piedade, popularmente evocada como ‘Mãe Soberana’, em Loulé, na Diocese do Algarve, no dia 14 de abril.

“O momento mais significativo das celebrações” das festas da ‘Mãe Soberana’, a ‘Festa Grande’, quinze dias depois da Páscoa, este ano dia 14 de abril, “atrai à cidade milhares de pessoas de vários pontos do país”, informa o jornal ‘Folha do Domingo’.

Segundo o programa, na manhã do próximo dia 14, vai ser celebrada a Eucaristia na igreja matriz de Loulé, seguindo a procissão, com a imagem de Nossa Senhora da Piedade, para o Largo do Monumento Engenheiro Duarte Pacheco, onde D. Rui Valério vai presidir à Missa campal e consagração a Nossa Senhora, pelas 16h00.

Após a Eucaristia, presidida pelo patriarca de Lisboa, começa a “grande procissão” que vai percorrer as principais ruas de Loulé e leva a imagem de Nossa Senhora da Piedade de regresso à sua ermida, levada aos ombros pelos oito homens vestidos de calças e opas brancas, com a música da Banda Filarmónica Artistas de Minerva.

O jornal da Diocese do Algarve contextualiza que as festividades de Nossa Senhora da Piedade, “considerada a maior manifestação religiosa a sul de Fátima”, constituem uma tradição com origem em 1553, a data oficial da edificação da capela que lhe é dedicada, um relatório de 1518 dos visitadores da Ordem de Santiago refere que na capela de Santo António da igreja matriz de Loulé já existia um “retábulo de portas com Nossa Senhora da Piedade”.

As festividades da ‘Mãe Soberana’ começaram no domingo de Páscoa, no dia 31 de março, a ‘festa pequena’ com a descida da imagem de Nossa Senhora da Piedade, em procissão, para a cidade de Loulé, até à igreja de São Francisco.

No dia 12 de abril (sexta-feira), novamente em procissão, a imagem de Nossa Senhora da Piedade é levada da igreja de São Francisco para a igreja matriz de Loulé, dando início ao tríduo, às 21h00.

O patriarca de Lisboa, D. Rui Valério, é o pregador oficial da festa e vai estar na conclusão do tríduo e na festa final.

Para além de momentos culturais e desportivos, o ‘Folha do Domingo’  informa ainda que à ‘Festa Grande’ da ‘Mãe Soberana’ existe um “vasto programa litúrgico”, este ano sob o tema ‘Com Maria, fazer da vida oração’, e a passagem bíblica “Pôs os olhos na humildade da sua serva”, do Evangelho de São Lucas (Lc 1, 47), entre 1 e 10 de abril, na igreja de São Francisco, com o terço e as Eucaristias diárias animadas por diversos grupos e movimentos, e depois na igreja matriz de Loulé.

No atual ano pastoral 2023/2024, a imagem peregrina da ‘Mãe Soberana’ está a acompanhar o bispo do Algarve nas suas visitas pastorais às diversas comunidades; D. Manuel Quintas, que está a realizar visitas pastorais mais curtas, dedicando apenas alguns dias a cada paróquia, para visitar ainda várias paróquias, vai completar 75 anos este ano de 2024 (27/08/1949), a idade que, de acordo com o que está determinado pelo Direito Canónico, tem de apresentar a resignação ao cargo.

CB

Partilhar:

Últimas AGENDA

Notícias do dia

Abril 2024
D S T Q Q S S
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930  
plugins premium WordPress
Scroll to Top