Faro, 20 fev 2019 (Ecclesia) – As Dioceses do sul – Algarve, Beja e Évora – vão promover uma ação de formação sobre o enquadramento da disciplina de Educação Moral e Religiosa Católica (EMRC) na autonomia e flexibilidade curricular, dias 23 e 24 de fevereiro.

Na informação enviada à Agência ECCLESIA, o jornal da Diocese do Algarve refere que a formação vai “analisar os documentos de referência da autonomia e flexibilidade curricular”, nomeadamente, o “Perfil dos Alunos à Saída da Escolaridade Obrigatória”, que foi homologado pelo Ministério da Educação, em julho de 2017, e que entrou em vigor em julho do ano passado.

Da formação constam também os decretos-lei de 54/2018, de 6 de julho, e 55/2018, de 6 de julho, tendo em conta os desafios que se colocam à disciplina de EMRC: No primeiro vai ser identificado o que traz de novo relativamente à educação inclusiva e no segundo são abordados os princípios, os pressupostos e as orientações.

Vai ser analisado qual o contributo da disciplina de Educação Moral e Religiosa Católica relativamente ao novo perfil do aluno, que o Governo associou como um dos instrumentos para a execução da flexibilização curricular.

“Planificar com base nas aprendizagens essenciais de EMRC” e, de acordo com estas e com o novo perfil do aluno, “ponderar critérios de avaliação” fazem parte dos objetivos do encontro.

Segundo o programa para os dois dias também vão “fomentar o trabalho colaborativo” na construção de materiais essenciais à lecionação da EMRC, “no âmbito da autonomia e flexibilidade curricular”, e “partilhar experiências e práticas”.

O jornal diocesano ‘Folha do Domingo’ divulga ainda que a iniciativa interdiocesana, promovida pelos secretariados da pastoral escolar da Diocese do Algarve, Beja e Évora, vai reunir os professores de EMRC, no Centro Social e Pastoral em Ferragudo.

CB

Partilhar:
Share