Braga, 21 jun 2019 (Ecclesia) – O Departamento da Pastoral da Saúde e o Santuário Alexandrina de Balasar, na Arquidioocese de Braga, encerram hoje um ciclo de conferências sobre bioética, com o colóquio “Distanásia”, onde intervêm a enfermeira Paula Margarida e o padre Jorge Vilaça.

A primeira conferência, a 7 de junho, contou com Edna Gonçalves, membro da Associação Portuguesa de Cuidados Paliativos, que abordou “a questão dos Cuidados Paliativos – metas e práticas”, realça uma nota enviada à Agência ECCLESIA.

No dia 14 de junho foi a vez do padre Bruno Nobre tratar dos temas da “Eutanásia e Suicídio Assistido”.

No comunicado pode ler-se que as questões de fim de vida constituem uma das preocupações fundamentais do Homem contemporâneo e, naturalmente, essas preocupações são assumidas pela Igreja.

“Multiplicam-se estudos, simpósios, petições, projetos de lei… e, mais dia menos dia, seremos chamados a refletir novamente sobre estes temas, a redefinir os termos e a reavaliar as questões diretamente ligadas à dignidade humana”, referem os responsáveis  pelo ciclo de conferências.

LFS

Partilhar:
Share