Presidente da Conferência Episcopal sublinha impacto negativo das desigualdades

Foto: Lusa/EPA

Setúbal, 20 jul 2020 (Ecclesia) – O bispo de Setúbal e presidente da Conferência Episcopal Portuguesa (CEP) afirmou que o debate no Conselho Europeu “não é só uma questão económica”, mas “uma questão de mentalidade” na construção de um mundo para todos.

“Não é só uma questão económica, é uma questão de mentalidade, de a gente perceber que é juntos que se constrói um mundo para todos”, disse D. José Ornelas à Agência ECCLESIA.

O presidente da CEP e delegado para o Conselho das Conferências Episcopais da Europa (CCEE) acrescenta que isso é o que o Papa Francisco “está constantemente a dizer à Igreja” e ao mundo.

“Este mundo é a casa comum que nós temos e temos de defendê-la todos juntos ou então afundamo-nos todos”, explica.

Desde sexta-feira decorre uma reunião a 27 do Conselho Europeu, que procura um acordo para responder às consequências da pandemia de Covid-19.

Os líderes europeus não conseguiram ainda chegar a um acordo sobre o próximo quadro orçamental para 2021-2027 e o Fundo de Recuperação, no valor de 750 mil milhões de euros.

A sessão plenária recomeça pelas 16h00 desta segunda-feira (menos uma hora em Lisboa), em Bruxelas.

D. José Ornelas afirma que a “desigualdade e o fosso” que separa os países “mais desenvolvidos, mais abastados” e os países empobrecidos “não pode continuar”.

CB/OC

Partilhar:
Share