Estudantes do curso de Comunicação Social analisam «pontos fracos e pontos fortes» da presença da Igreja Católica nos media


Lisboa, 20 mai 2022 (Ecclesia) – O Secretariado Nacional das Comunicações Sociais vai assinalar o Dia Mundial das Comunicações Sociais com alunos do curso de Comunicação Social para “dar espaço aos jovens” e analisar “aspetos positivos e negativos” da comunicação produzida e consumida.

Para Isabel Figueiredo, diretora do Secretariado Nacional das Comunicações Sociais, o objetivo é, no “horizonte” a Jornada Mundial da Juventude Lisboa 2023, “dar espaço aos jovens, poder ouvi-los e registar o que pensam sobre a Comunicação”.

A sessão vai debater os “pontos fortes” e “pontos fracos” da presença da Igreja na comunicação social e a sua relação com os media, a partir da recolha de opiniões de quem trabalha neste setor, nomeadamente de jornalistas.

“Partindo de um trabalho prévio, que implica a participação de alunos, professores, jornalistas e outros convidados, iremos trocar opiniões sobre os atuais aspetos positivos e negativos da Comunicação Social que produzimos e consumimos”, indica Isabel Figueiredo.

No convite dirigido aos diretores dos secretariados diocesanos deste setor, a diretora do Secretariado Nacional das Comunicações Sociais afirma que o objetivo é “chegar ao fim com algumas conclusões, que nos sejam úteis e que permitam um olhar de futuro”.

A sessão que assinala o Dia Mundial das Comunicações Sociais vai decorrer no dia 27 de maio, entre as 14h00 e as 15h15, com alunos e professores da licenciatura em Comunicação Social e Cultural, da Faculdade de Ciências Humanas da Universidade Católica.

D. João Lavrador, presidente da Comissão Episcopal da Cultura, Bens Culturais e Comunicações Sociais vai também participar na sessão, que decorre na Universidade Católica, dois dias antes do Dia Mundial das Comunicações Sociais, que em cada ano se assinala na Solenidade da Ascensão do Senhor.

“Escutar com o ouvido do coração” é o tema da mensagem do Papa Francisco para o 56º Dia Mundial das Comunicações Sociais.

A celebração do Dia Mundial das Comunicações Sociais foi a única do género a ser instituída pelo Concílio Vaticano II (Decreto ‘Inter Mirifica’, 1963).

PR

Media: Papa alerta para «infodemia», que desvaloriza papel da imprensa

Partilhar:
Share