Lisboa, 09 mar 2019 (Ecclesia) – O Serviço Jesuíta aos Refugiados (JRS – Portugal) e a Revista «Brotéria – Cristianismo e Cultura» organizam hoje, na Fábrica do Braço da Prata, em Lisboa, um colóquio sobre «Hospitalidade: precisa-se!».

Esta atividade que está dividida em três painéis – Comunicar a hospitalidade, Pensar a hospitalidade e Viver a hospitalidade – conta com oradores de vários quadrantes e com um refugiado palestiniano, Manhal, que dará o seu testemunho, lê-se no programa enviado à Agência ECCLESIA.

O primeiro painel, das 10h00 às 11h00, conta com o contributo de Cândida Pinto (RTP), José Manuel Fernandes (Observador) e Joana Azevedo Viana (RR) com moderação da irmã Irene Guia (missionária em zonas de conflito).

Alguns elementos ligados a vários partidos políticos vão falar, das 11h30 às 13h00, sobre «Pensar a Hospitalidade».

De tarde, das 14h30 às 16h00, Ghalia Taki (intérprete síria em Portugal); Afonso Cruz (escritor); Manhal (refugiado palestiniano) e a irmã Irene Guia (missionária em zonas de conflito) abordam o tema «Viver a hospitalidade».

Durante o evento vão estar expostas fotografias de Ouwais Sadek (refugiado sírio).

LFS

Partilhar:
Share