Francisco renova proposta de criação de fundo global para alimentos, com dinheiro das despesas militares

 

Cidade do Vaticano, 16 out 2020 (Ecclesia) – O Papa Francisco assinalou hoje a Dia Mundial da Alimentação, com uma mensagem em vídeo dirigida à FAO, na qual denuncia a “tragédia” da fome, considerando que esta é uma “vergonha” para a humanidade.

“Para a humanidade, a fome não é só uma tragédia, mas também uma vergonha. Em grande parte, é provocada por uma distribuição desigual dos frutos da terra, à qual se somam a falta de investimentos no setor agrícola, as consequências das mudanças climáticas e o aumento dos conflitos em várias regiões do planeta. Por outro lado, descartam-se toneladas de alimentos”, indica a intervenção, enviada à Agência ECCLESIA.

O Papa alerta para o impacto da pandemia nas populações mais desprotegidas e retoma uma sugestão avançada na sua nova encíclica, ‘Fratelli Tutti’, a criação de um “Fundo mundial” para eliminar definitivamente a fome, encaminhando para esse fim o dinheiro atualmente usado em armas e outras despesas militares.

Nos 75 anos da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO), Francisco ressalta a necessidade de agir conjuntamente para gerar iniciativas que melhorem o meio ambiente.

“A FAO aprendeu que não é suficiente produzir alimento, mas é preciso também garantir sistemas alimentares que sejam sustentáveis e ofereçam dietas saudáveis e acessíveis a todos”, indicou.

Também hoje, o secretário-geral da ONU, António Guterres, afirmou que “num mundo de fartura, é uma afronta grave que centenas de milhões de pessoas vão para a cama com fome, todas as noites”.

OC

Dia Mundial da Alimentação: Cáritas alerta para impacto da pandemia nas populações vulneráveis

 

Partilhar:
Share