“Seguiremos todas as orientações da Direção Geral da Saúde e da Conferência Episcopal Portuguesa» – Padre Carlos Aquino

Foto Folha do Domingo, Procissão da Mãe Soberana em 2019

Faro, 19 mar 2020 (Ecclesia) – As Paróquias de Loulé, na Diocese do Algarve, anunciaram hoje que as “solenes celebrações” de Nossa Senhora da Piedade, popularmente evocada como Mãe Soberana, não se vão realizar este ano.

“No Domingo de Páscoa a Imagem será conduzida da Ermida para o Santuário, aí permanecendo quinze dias com um programa espiritual a ser apresentado consoante os desenvolvimentos da crise de saúde; a 26 de abril regressará à Ermida”, explica o pároco, o padre Carlos Aquino.

Na informação enviada à Agência ECCLESIA, pelo jornal diocesano ‘Folha de Domingo’, as paróquias algarvias contextualizam que decidiram cancelar as festividades da «Mãe Soberana» 2020 “depois de ter sido decretado o Estado de Emergência e escutado o Conselho Pastoral Paroquial, a Câmara Municipal e a Diocese do Algarve”.

As Paróquias de Loulé referem ainda que as celebrações da Semana Santa vão ser realizadas “sem participação do povo”, mas transmitidas online, em horário que vão publicar na próxima semana, e os batismos dos adultos na vigília Pascal também foram adiados.

“Em todos os momentos seguiremos todas as orientações da Direção Geral da Saúde e da Conferência Episcopal Portuguesa”, adianta o padre Carlos Aquino no comunicado publicado online.

A Festa Grande de Nossa Senhora da Piedade, popularmente evocada como Mãe Soberana, é considerada como a maior manifestação de fé a sul do Tejo e, simultaneamente, a mais significativa expressão de devoção mariana algarvia: O andor com a imagem de Nossa Senhora com Jesus nos braços é transportado por oito homens, vestidos de calças e opas brancas e as festividades remontam a 1553, data da edificação da capela que lhe é dedicada.

Para conter a expansão do novo coronavírus Covid-19, o presidente da República decretou o Estado de Emergência que entrou em vigor esta quinta-feira, por 15 dias, em todo território nacional.

Portugal tem785 casos confirmados de infeção do covid-19, com três óbitos, segundo os dados da Direção Geral da Saúde divulgados hoje.

CB/OC

Partilhar:
Share