Roma, 29 abr 2020 (Ecclesia) – O mestre-geral da Ordem dos Dominicanos (Pregadores) convidou todos os membros desta família religiosa “a rezar o Terço juntos” pelo fim da pandemia do coronavírus Covid-19, esta noite, às 21h00 de cada país.

“Exorto a toda da Família Dominicana – frades, monjas, religiosas, leigos, institutos seculares, fraternidades sacerdotais e jovens – de todo o mundo a rezar juntos o Rosário”, escreveu o mestre-geral frei Gerard Francisco Timoner.

A oração mundial do Terço pelo fim da pandemia vai ser um momento para rezarem pelos doentes e seus familiares, pelos serviços de saúde, e por todos que sofrem económica, social e psicologicamente e pela proteção e a cura do coronavírus Covid-19.

O promotor-geral desta oração do Terço é o padre Lawrence Lew e a família Dominicana que vai rezar os Mistérios Gloriosos nas suas comunidades e lugares é incentivada a partilhar a oração em direto pela internet, a parti das 21h00, de cada país.

Na informação do encontro mundial do rosário é pedido que depois de cada dezena, que rezem a oração de Nossa Senhora do Rosário de Fátima: “Ó meu Jesus, perdoai-nos, livrai-nos do fogo do inferno, levai as almas todas para o Céu, e socorrei principalmente aquelas que mais precisarem”.

A Ordem dos Pregadores vai reunir a Família Dominicana numa oração mundial do Terço no dia que a a Igreja Católica celebra a festa litúrgica de Santa Catarina de Sena (1347-1380), padroeira da Itália e copadroeira da Europa.

Santa Catarina nasceu e morreu cidade italiana de Sena (Siena), a 250 km a noroeste de Roma, aos 16 anos entrou no ramo feminino da Ordem Terceira Dominicana e foi canonizada em 1461.

Em Portugal, os Dominicanos assinalaram os 800 anos da fundação do seu primeiro convento em 2018, na Serra de Montejunto (1218).

CB

Partilhar:
Share