Padre Rui Santiago, Missionário Redentorista, defende a necessidade de “pessoas que pensam” a pandemia

Porto, 23 jul 2021 (Ecclesia) – O Missionário Redentorista, padre Rui Santiago, disse à Agência ECCLESIA que sentiu a “necessidade de pensar e de ter pensadores” perante o tempo de pandemia e aponta este tempo de férias como fonte de “criatividade”.

“Quando isto começou, a pandemia, eu senti uma necessidade de focar todas as energias possíveis em pensar, com o corpo missionário com quem trabalho contactei no primeiro dia e decidimos parar tudo, ‘não passar nada para o online porque quero que pensem’, disse-lhes, e eu queria estar neste esforço, este foi o desafio”, conta à Agência ECCLESIA.

O sacerdote foi “organizando um dossiê” com reflexões que ia encontrando porque assumiu que seria “um risco” passar o que faziam para o online, “não queria este caminho”.

“Para mim entendo que precisamos de pessoas que pensam, que pensam a realidade e esta acontecimento em concreto, que não está lido, vai demorar muitas décadas, mas há uma sociedade antes e uma sociedade depois disto”, aponta.

O padre Rui santiago partilhou ainda, na última «Conversa na ECCLESIA» desta sexta-feira, que se interessou pelo âmbito da arquitetura urbana em contexto da pandemia. 

“Nunca tinha curiosidade com a questão da arquitetura urbana, da organização das cidades, mas a pandemia tem de nos fazer pensar no estilo de cidades que temos estado a contruir, este modelo não é humano e não encaixa”, defende.

Também na área da evangelização o religioso refere o “não retorno às comunidades” como uma realidade a ser pensada, porque se passou de “cristãos de iniciativas para cristãos de iniciação”. 

Com a reflexão e o pensamento no foco o padre Rui Santiago destaca que as férias poderiam ser tempo para esses objetivos e para abrir portas à criatividade.

“A criatividade, um tema para mim muito caro, é uma atividade silvestre, é de alguém que lê, vê viaja, olha, escuta e se deixa empapar com muitas realidades, e o tempo de férias parece tempo privilegiado para se deixar empapar disso e a criatividade é o que acontece pelas sinapses culturais, espirituais, intelectuais e artísticas”, afirma.

As «Conversas na ECCLESIA» desta semana trazem um olhar novo, e alguns desafios, para o tempo de férias com o padre Rui Santiago, Missionário Redentorista, todos os dias às 17h00 online e pelas 22h45 na Antena 1 da rádio pública.

SN

Partilhar:
Share