Padre Rui Santiago aponta o descanso como «verificador de liberdade»

Porto, 20 jul 2021 (Ecclesia) – O padre Rui Santiago, missionário redentorista,  desafiou a um “milagre” em tempo de férias e disse à Agência ECCLESIA que o descanso é um “verificador da liberdade”.

“Eu gosto muito de falar do tema do descanso no contexto bíblico, que é tão mais do que o veraneio, é suposto o veraneio entrar dentro disso, a liberdade a acontecer como processo e Deus a tirar o Egito dentro do povo, deu-lhes a lei, que é uma lista da liberdade, uma delas é o “respeitarás o sábado”, isto é um verificador de liberdade, o descanso é um verificador de liberdade”, aponta o sacerdote.

O padre Rui Santiago alerta ainda que “quando não for possível descansar” deve surgir um sinal de “alarme”.

“Veja-se a linguagem que nós usamos, ‘dar uma escapadinha’, escapar do quê? ‘Vou dar um salto’, estamos a saltar de que muro? A linguagem que usamos é de escravos ou de prisioneiros, ninguém dá uma escapadinha ou fugidinha ao trabalho, parece que esse é o nosso lugar… ‘Quando estás livre para um café?’ Quando estás livre… acredito que não usamos palavras ao acaso, quando todos as usamos”, afirma.

O entrevistado das ‘Conversas na ECCLESIA’ desta semana refere que é usada “linguagem de escravos em fuga” quando é referido o tema do “descanso, deleite ou prazer” e observa um “mal-estar em quem se sente livre”, porque há “vergonha em não ser ‘multitasking’.

“Na tradição cristã existia um tipo de milagre, a bilocação, que é atribuída aos grandes santos, temos o exemplo do nosso fundador, Afonso de Ligório, mas atualmente conseguimos estar em seis ou sete lugares ao mesmo tempo, o milagre de hoje é a unilocação, alguém que consegue estar num sítio total e plenamente, unicamente nesse sítio, hoje esse é um santo”, aponta.

Nas férias, em que a “dispersão tornou-se natural porque o mundo está a acontecer no nosso bolso”, o sacerdote propõe ensaiar um milagre.

“É preciso conscientemente e voluntariamente fazer o percurso de unilocação e o tempo de férias era suposto ser um tempo para isso, que as férias de verão fossem espaço e contexto para ensaiar este milagre, era um ótimo contexto”, sugere.

As ‘Conversas na ECCLESIA’ trazem um olhar novo, e alguns desafios, para o tempo de férias com o padre Rui Santiago, Missionário Redentorista, de segunda a sexta-feira às 17h00, online, e pelas 22h45 na Antena 1 da rádio pública.

SN

Partilhar:
Share