Marianos da Imaculada Conceição querem proporcionar experiência da «Laudato Si»

Lisboa, 27 mai 2021 (Ecclesia) – O responsável pelo projeto de requalificação do Convento de Balsamão, padre Eduardo Novo, disse à Agência ECCLESIA que o espaço quer unir a espiritualidade, cultura e saúde, numa proposta de envolvência com a natureza e alcance de esperança.

“Um dos nosso sonhos, é que aqui neste pequeno monte de 522 metros de altura, sentimos esta beleza, banhados pelo rio Azibo e ribeira da Veiga, que este projeto vem responder ao que a nossa congregação tem como mote, estar ao serviço da comunidade e contribuir para o bem comum, e ajudar cada pessoa a encontrar-se, consigo mesmo e com Deus”, afirmou à Agência ECCLESIA.

O sacerdote aponta que o projeto assenta em três pilares, “espiritualidade, cultura e saúde” para que cada pessoa que “faz o exercício de subir ao monte” seja desafiada.

“O exercício de subir ao monte para se encontrar, temos o desafio do ‘touch’, tocar o mistério, este lugar onde o céu e a terra se encontram, e ajudar a proporcionar esta experiência que assenta na comunhão com Deus e na relação fraterna com os outros, os padres  e irmãos Marianos da Imaculada Conceição a conviver com todas as pessoas que aqui vêm”, assume. 

O padre Eduardo Novo destaca ainda que o projeto está em fase de estudo para ali nascer “um spa termal, com as águas sulfurosas”, para contribuir para a saúde e bem estar de cada pessoa que ali vai, “continue a sonhar e a ter esperança na vida”.

A coordenadora do projeto, Susana Magalhães, olha o lugar como “um hino à criação”, que  com a “beleza natural que este lugar tem e emana” considera possível fazer uma experiência da sensibilidade da Laudato Si”.

As «Conversas na Ecclesia» desta semana fazem eco da encíclica “‘Laudato Si”, nos dias em que termina ‘Semana Laudato Si’, “de celebração, ação e testemunho”, às 17h00 na Agência ECCLESIA e às 22h45 na Antena 1.

LFS/SN

Partilhar:
Share