Colégio Marista de Carcavelos proporciona tempo para trabalhar a terra e aprender noções ambientais

Lisboa, 26 mai 2021 (Ecclesia) – Bruno Reis, professor do 1.º ciclo do Colégio Marista de Carcavelos, disse à Agência ECCLESIA que o projeto “Aulas na Natureza” traz aos alunos uma forma mais prática do que aprendem e passa a ser um “laboratório de boas ações”.

“É um projeto que temos, Aula na Natureza, tentamos relacionar os conteúdos da sala de aula numa forma mais prática e ligada a esta parte da natureza, depois tentamos com a horta que tenham um cuidado especial, ter presente esta palavra-chave: cuidar”, conta em declarações à Agência ECCLESIA.

O professor Bruno Reis destaca que os alunos vão com satisfação para esta “sala de aula diferente”, “vêm e regam” e ali “o regar tem um aspeto importante”, porque eles “nem sempre regam o que plantaram mas se é necessário, sabem que têm de cuidar mesmo que não seja o canteiro deles”.

Não vão sair daqui, provavelmente, muitos agricultores mas pessoas mais conscientes e com competências humanas acima da media, acreditamos nós”.

As atividades na horta são um forte complemento onde a “responsabilidade, o respeito e o cuidado pelas plantas e pelos animais bem como a cooperação” para um bem comum fomentam algumas virtudes que definem o bom aluno e o bom cidadão.

“Há aqui um grupo que tem esta vivência com os avós, quando vão à terra, há outros em que este é dos poucos acessos que têm a estas atividades de mexer a terra e de se sujarem”, conta. 

O professor do 1.º ciclo salienta ainda que na horta “acontecem coisas que não estavam programadas”.

“Aqui acontecem coisas que não estão programadas, como na ajuda de plantar uma alface, onde são precisas mais de duas mãos, o outro chega-se à frente muito facilmente, isto aqui é quase um laboratório de boas ações e de promoção de uma boa camaradagem”, recorda.

“Educar as novas gerações para este cuidado da casa comum”, como diz o Papa Francisco, é uma realidade no Colégio Marista de Carcavelos onde os alunos fazem atividades no espaço da quinta, seja “uma caça ao tesouro ou um livrinho com as fases da planta mas também plantar alfaces, cebolas ou favas”. 

“No supermercado as comidas estão embaladas, estão não, têm terra e tudo”, aponta a aluna Mariana Domingues. 

As «Conversas na Ecclesia» desta semana fazem eco da encíclica “‘Laudato Si”, nos dias em que termina ‘Semana Laudato Si’, “de celebração, ação e testemunho”, às 17h00 na Agência ECCLESIA e às 22h45 na Antena 1.

HM/SN

Partilhar:
Share