Marcelo Rebelo de Sousa diz que novo cardeal é figura de referência

Foto: Agência ECCLESIA/Arlindo Homem

Lisboa, 05 out 2019 (Ecclesia) – O presidente da República Portuguesa saudou hoje o cardeal D. José Tolentino Mendonça, considerado que a sua criação cardinalícia é um “reconhecimento de uma personalidade ímpar”, que prestigia o país.

“Envio ao novo cardeal um cumprimento caloroso e amigo e os desejos de que continue a ser uma referência para tantos, católicos ou não, que lhe reconhecem o valor cultural e humano de quem é, como o próprio se definiu, ‘um facilitador de encontros’”, escreve Marcelo Rebelo de Sousa, numa mensagem divulgada pela Presidência da República.

O chefe de Estado sublinha que gostaria de ter estado presente no consistório, o que acabou por não acontecer devido ao falecimento de Freitas do Amaral, fundador do CDS; Portugal vive hoje um dia de luto nacional.

Marcelo Rebelo de Sousa recorda que convidou o agora cardeal D. José Tolentino Mendonça para ser o presidente das comemorações do próximo Dia de Portugal, considerando-o “um exemplo que alguém que procura ir mais longe e, ao mesmo tempo, estar com todos”.

“Por isso o programa que define para si próprio – ‘Sentir a cada dia o apelo a ir mais longe, a baixar mais as defesas, a estar menos nos nossos obstáculos, na autorreferencialidade que muitas vezes nos enclaustra, e deixar-se ir atrás’ daquilo em que acredita – pode ser também um caminho para cada um e para todos nós como comunidade”, conclui a mensagem.

OC

Partilhar:
Share