A Comunidade Luz e Vida nasceu do Renovamento Carismático Católico (R.C.C.) na diocese de Leiria-Fátima, tendo como fundador o Padre Filipe Lopes, pároco de duas paróquias (Albergaria dos Doze e São João de Lítem) e coordenador diocesano do R.C.C., conta com cerca 60 elementos, entre casais e jovens. A comunidade pretende com um carisma próprio reunir pessoas, sejam elas leigos, consagrados, casais, jovens, adultos, que recebem o mesmo chamamento para servir a Igreja e os irmãos. O encontro nacional, dos três que costumam organizar anualmente, aconteceu em Fátima, no passado dia 17, sob o tema “Cristo libertou-nos para que sejamos verdadeiramente livres”, no Centro Paulo VI, no Santuário de Fátima. “Estava cheio e para que o encontro pudesse correr de forma pacífica, tivemos de recusar inscrições” refere à Agência ECCLESIA o Padre Filipe Lopes. Momentos de animação e acolhimento com muita música, louvor matinal, um tema desenvolvido por um conferencista “o Padre Máximo Peres, vindo da República Dominicana” e a celebração eucarística fizeram parte do programa do dia. De tarde houve um momento de adoração a Jesus, “não é de uma forma silenciosa, mas comungando do carisma do Renovamento Carismático com adoração e louvor explícito” relembra o padre Filipe. A comunidade nasceu do R.C.C. no pós Concílio Vaticano II e comunga da sua espiritualidade. Dando continuidade ao apelo do Papa João Paulo II para a nova evangelização “esta comunidade tenta concretizar este apelo, através de vários momentos, nomeadamente investimos na formação, entre eles, este encontro nacional”. Partindo do carisma e espiritualidade do RCC, “inspirados pelo Espírito Santo suscitam novas formas de estar na sociedade e viver a fé. A comunidade Luz e Vida é exemplo disso” explica o fundador da comunidade.

Partilhar:
Share