A Comunidade de Sant' Egídio abriu a sua primeira sede em Havana, Cuba.

Andrea Riccardi, fundador da Comunidade, no momento da inauguração, recordou as palavras de João Paulo II que, ao visitar a ilha cubana, pediu que Cuba se abrisse ao mundo e o mundo a Cuba.

A nova sede da Comunidade de Santo Egídio situa-se no bairro histórico de Havana e foi baptizada «Casa de paz e de diálogo». O objectivo é que esta casa funcione como um lugar de crescimento humano para jovens cubanos e de acolhimento para os mais idosos e pobres da cidade. A sede vai ter também uma biblioteca.

Na inauguração estiveram presentes o Cardeal Jaime Ortega y Alamino, Arcebispo de San Cristobal de Havana, autoridades cubanas e a directora do sector de assuntos religiosos do Partido comunista cubano, Caridad Diego.

A Comunidade de Sant' Egídio está presente em várias cidades de Cuba há mais de 15 anos e conta com cerca de mil membros que se dedicam ao serviço aos pobres e à evangelização.

Redacção/Rádio Vaticano

Partilhar:
Share