Conferências e ações formativas dão a conhecer este “homem tão silencioso e tão crucial”

Coimbra, 30 abr 2021 (Ecclesia) – O padre Jorge Santos disse à Agência ECCLESIA que, ao longo deste ano, a Paróquia de São José, em Coimbra, vai aprofundar, com a realização “de várias iniciativas”, o pensamento do Papa Francisco sobre as facetas de São José.

“Para além das conferências temáticas sobre São José, a paróquia pensa fazer uma ação ambiental com crianças e jovens, em junho, e ao nível social, já existe o Centro de Acolhimento João Paulo II que já tem um trabalho relevante nesta área”, realçou o pároco de São José, na cidade de Coimbra.

A redescoberta, ou maior conhecimento, de São José é um desafio que a paróquia de São José “quer partilhar com toda a cidade e com todos os que se revelem interessados”, disse o padre Jorge Santos

Para o Dia de São José, 01 de maio, a paróquia organiza, às 21h30, uma conferência dedicada ao tema “São José: Pai Trabalhador”.

Carlos João Diogo, gestor e diretor de serviços da Caritas Diocesana de Coimbra, é o convidado que vai aprofundar a faceta de São José, “homem tão silencioso e tão crucial” que o Papa Francisco descreve como uma «figura extraordinária, tão próxima da condição humana de cada um de nós».

Para esta conferência, o Salão de São José estará de portas abertas para acolher “todos os que pretendam assistir, apenas com as limitações que decorrem do respeito pelas regras de lotação em vigor para este tipo de eventos, sendo respeitadas todas as normas de distanciamento e de proteção pessoal”.

A conferência pode ser também acompanhada pela transmissão que será feita através do Facebook das paróquias de São José e de São João Baptista e ainda do Youtube em https://youtu.be/bpIHTD1yra8.

Por iniciativa do Papa Francisco, toda a Igreja Católica dedica este ano a São José.

O anúncio dessa decisão foi acompanhado pela publicação da Carta Apostólica «Patris Corde» (Com Coração de Pai), em que o Papa Francisco partilha com todos a sua reflexão sobre São José, sublinhando a sua particular atualidade no contexto que vive.

“São José lembra-nos que todos aqueles que estão, aparentemente, escondidos ou em segundo plano, têm um protagonismo sem paralelo na história da salvação. A todos eles, dirijo uma palavra de reconhecimento e gratidão”, pode ler-se na Carta Apostólica.

A Paróquia de São José, em Coimbra, depois de a 19 de março, Dia do Pai, ter acompanhado a proposta lançada a toda a Diocese de Coimbra de refletir sobre São José como “Pai com Coragem Criativa”, continua este percurso centrando a atenção na característica de São José como “Pai Trabalhador”.

Para tal, esta igreja da cidade de Coimbra está, “ao longo deste ano, de portas abertas, convidando todos a entrar e a passar alguns momentos na capela de São José, no interior da igreja, que foi preparada para acolher quem ali se queira recolher num momento de oração”.

Os cartazes que se encontram afixados na fachada indicam a todos a característica de São José que vai sendo aprofundada em cada um dos meses.

O programa das conferências já previstas sempre às 21h30, no Salão de S. José, é o seguinte:

São José: Pai Trabalhador – 1 de maio – Carlos João Diogo (Gestor)

São José: Pai na Ternura – 4 de junho – Sílvia Monteiro (Médica Cardiologista)

São José: Pai na Obediência – 3 de julho – Padre Dário Pedroso (Sacerdote Jesuíta)

São José: Pai no Acolhimento – 11 de setembro – Marta Neves (Psicóloga)

São José: Pai na Sombra – 9 de outubro – Padre Jorge Santos (Pároco de São José)

LFS

Partilhar:
Share