Reitoria do Coração Imaculado de Maria é criada a 13 de setembro

Coimbra, 29 jul 2020 (Ecclesia) – O bispo de Coimbra anunciou a criação de uma nova comunidade cristã na diocese, a “Reitoria (Quase-Paróquia) do Coração Imaculado de Maria”.

D. Virgílio Antunes vai assinar o decreto de criação numa Eucaristia campal, a celebrar no terreno da “futura igreja do Loreto”, pelas 11h00 do dia 13 de setembro.

O padre Francisco Claro é o responsável pela nova comunidade cristã da Diocese de Coimbra e foi também nomeado pároco da reitoria (quase-paróquia) de Coselhas, para além de continuar como pároco da reitoria (quase-paróquia) da Pedrulha e vigário paroquial de Santa Cruz no novo ano pastoral 2002/2021.

Em comunicado enviado à Agência ECCLESIA, o sacerdote indica que nesta nova comunidade vai ser construído “um templo-sede” num terreno “já cedido há cerca de quarenta anos” no Bairro do Loreto, tornando-o num polo de espiritualidade e evangelização “a partir da devoção ao Coração Imaculado de Maria, de quem a Serva de Deus Irmã Lúcia de Jesus e do Coração Imaculado foi mensageira e testemunha fiel”.

A nova reitoria compreende as antigas capelanias anexas na zona norte da Paróquia de Santa Cruz de Coimbra (Loreto, Brinca e Monte Formoso) e que agora são desvinculadas desta paróquia e constituídas em Quase-Paróquia.

A nova jurisdição eclesiástica, “no seguimento de um projeto de várias décadas”, pretender, por exemplo, “promover uma cultura de nova evangelização” através de “um plano pastoral para esta região norte da Cidade de Coimbra”, pelo anúncio de Jesus Ressuscitado e o testemunho da caridade cristã.

“Inserir esta nova comunidade cristã no âmbito alargado de uma ação estruturada para todo o cinturão urbano da zona norte da Cidade de Coimbra, num esforço conjunto com a Reitoria da Pedrulha e a Reitoria de Coselhas com quem esta nova jurisdição pretende trabalhar, segundo a forma de ‘Unidade Pastoral’”, é outro dos objetivos.

No decreto com as nomeações de sacerdotes, diáconos permanentes, leigos e seminaristas, e dispensa de ofício para o ano pastoral 2020-2021, o bispo de Coimbra anuncia que o padre André Filipe da Silva é o diretor diocesano do Apostolado da Oração; o padre Fernando Pascoal foi escolhido para coordenar as capelanias hospitalares da diocese e o padre João Fernandes vai concluir os Estudos Bíblicos, em Roma.

CB/OC

Partilhar:
Share