Foto: Agência ECCLESIA/LFS

Estamos em tempos de recomeços, de projetos, de retomar ações ou iniciar outras que nos podem conduzir a lugares sonhados: sonhar o novo propondo aquilo de que se tem certeza e se deseja que outros vivam. Essa é a proposta que o novo Diretório da Catequese quer fazer, sendo certo que não é um modelo a seguir mas uma proposta que precisa de inculturação.
O padre Luís Rodrigues, responsável na arquidiocese de Braga pelo setor da educação cristã e um apaixonado pela catequese, conversa connosco sobre as novidades que se abrem com o Diretório para a catequese.

Partilhar:
Share