Lisboa, 15 Dez 2020 (Ecclesia) – Maria Luísa Ribeiro Ferreira, coordenadora científica do curso ‘Filosofia, Literatura e Espiritualidade’ da comunidade da Capela do Rato (Lisboa), iniciado esta segunda-feira, destacou o “interesse em conhecer ou revisitar as obras” selecionadas.

“O nosso intuito é pôr em confronto perspetivas muito diferentes e ajudar as pessoas a estarem abertas àquilo que não será a sua linha, mas que é igualmente respeitável e tem todo o sentido divulgá-la”, disse à Agência ECCLESIA, em entrevista emitida hoje na RTP2.

A responsável explicou que “não houve a preocupação de uma linha propriamente religiosa”, mas a “preocupação de apresentar obras, algumas delas polémicas”, que levassem as pessoas a dialogar e que “trocassem impressões”.

Maria Luísa Ribeiro Ferreira acrescentou que pretendem chegar a quem não frequenta a Capela do Rato, para que esta pessoas “pudessem partilhar das suas experiências” e, ao mesmo tempo, “convidar os ouvintes a partilharem das suas experiências e dos seus interesses”.

‘Caminhos cruzados’ é o tema da sexta edição do curso de ‘Filosofia, Literatura e Espiritualidade’, promovido pela comunidade da Capela do Rato.

A coordenadora científica explicou que “a linha condutora foi justamente o cruzamento de perspetivas” – a perspetiva filosófica, a perspetiva literária, a perspetivas teológica, religiosa.

Maria Luísa Ribeiro Ferreira indicou que neste curso, e nos outros cursos dinamizados por esta comunidade, “há sempre uma abertura, muitas vezes, até para obras que nada têm a ver com a fé”.

“Não pretendemos convertê-las, apresentando-as na especificidade que elas têm porque nos fazem pensar, são um momento importante para refletirmos que há muitas perspetivas, que há muitas visões sobre o mundo. A nossa será uma, não é a única, e é importante que seja posta em paralelo com outras”, assinalou a professora de Filosofia.

O cardeal D. José Tolentino Mendonça, bibliotecário e arquivista da Santa Sé, inaugurou o curso ‘Filosofia, Literatura e Espiritualidade’ com uma conferência sobre a encíclica do Papa Francisco ‘Fratelli Tutti’, esta segunda-feira.

A comunidade da Capela do Rato, no Patriarcado de Lisboa, vai continuar a dinamizar a sexta edição do curso até 26 de abril, através de sessões online.

HM/CB/OC

«Fratelli Tutti»: «Uma política que semeia divisão, inimizade ou um ceticismo desolador é uma política condenada ao fracasso» – D. José Tolentino Mendonça

Partilhar:
Share