«Somos chamados a ser uma Igreja samaritana», escreve Francisco

Cidade do Vaticano, 26 fev 2020 (Ecclesia) – O Papa dirigiu hoje uma mensagem aos católicos brasileiros, por ocasião do início da Campanha da Fraternidade, assinalado anualmente na Quarta-feira de Cinzas, pedindo que a iniciativa “fortaleça o valor da vida”.

“Somos chamados a ser uma Igreja samaritana”, escreveu Francisco, num texto divulgado pelo Vaticano.

A campanha da Igreja Católica no Brasil tem como tema, em 2020, “Fraternidade e vida, dom e compromisso”, e o lema “Viu e sentiu compaixão e cuidou dele”.

“Alegra-me que, há mais de cinco décadas, a Igreja do Brasil realize, no período quaresmal, a Campanha da Fraternidade, anunciando a importância de não separar a conversão do serviço aos irmãos e irmãs, sobretudo os mais necessitados”, refere o Papa.

Francisco sustenta que a superação da globalização da indiferença só será possível imitando as atitudes do “Bom Samaritano”, ou seja, ver, sentir compaixão e cuidar.

A Quaresma, acrescenta, “é um tempo em que a compaixão se concretiza na solidariedade”.

A mensagem conclui-se pedindo a intercessão de Santa Dulce dos Pobres, para que a “Quaresma e a Campanha da Fraternidade, inseparavelmente vividas, sejam para todo o Brasil um tempo em que se fortaleça o valor da vida, como dom e compromisso”.

OC

Partilhar:
Share