Antigo bispo é a quarta personalidade a receber «Brasão de Ouro»

Bragança, 17 fev 2022 (Ecclesia) – A Assembleia Municipal de Bragança aprovou hoje a atribuição da medalha Brasão de Ouro do Município a D. José Cordeiro, arcebispo de Braga, que até dezembro foi bispo da Diocese de Bragança-Miranda.

A decisão foi tomada na sessão desta manhã, sob proposta do Município de Bragança, pelos “serviços prestados à região” enquanto bispo diocesano, com 60 votos a favor e a abstenção da CDU.

“D. José Cordeiro, que recebe também o título de cidadão honorário da cidade, torna-se na quarta personalidade a receber esta distinção, depois de António Jorge Nunes (ex-presidente da Câmara), Pedro Afonso de Paulo (secretário de Estado do Ambiente e do Ordenamento do Território) e Jorge Sampaio (antigo Presidente da República)”, informa o jornal diocesano ‘Mensageiro de Bragança’.

O galardão será entregue este domingo, na cerimónia de comemoração dos 558 anos da elevação de Bragança a cidade.

D. José Cordeiro foi ordenado padre a 16 de junho de 1991; até 1999 foi pároco, formador no seminário da diocese transmontana e capelão do Instituto Politécnico de Bragança; foi vice-reitor do Pontifício Colégio Português, em Roma, entre 2001 e 2005, ano em que foi nomeado reitor da instituição, onde se manteve até à sua nomeação para a Diocese de Bragança-Miranda, a 18 de julho 2011, pelo Papa Bento XVI; foi ordenado bispo a 2 de outubro do mesmo ano.

A 3 de dezembro de 2021, foi escolhido pelo Papa Francisco como sucessor de D. Jorge Ortiga para a Arquidiocese de Braga, tendo iniciado o seu ministério pastoral a 13 de fevereiro.

OC

Bragança-Miranda: D. José Cordeiro despede-se da diocese com mensagem de gratidão

Partilhar:
Share