Movimento destaca aumento dos jovens «Nem-Nem», excluídos dos estudos e do mundo laboral

Lisboa, 02 fev 2013 (Ecclesia) – A Juventude Operária Católica (JOC) realiza entre hoje e amanhã, em Braga, um “Encontro Nacional de Formação” dedicado ao tema “Como é que os jovens vivem hoje a relação entre a escola e o trabalho?”.

“Como jovens cristãos e inquietos, não conseguimos ficar indiferentes a dados tão graves como o aumento das taxas de abandono escolar e desemprego juvenil no nosso país e do número de jovens ‘Nem-Nem”, que nem estudam nem trabalham”, sublinha um comunicado de imprensa enviada à Agência ECCLESIA.

A iniciativa, que decorre no Centro Pastoral de Braga entre as 09h30 de sábado e a tarde de domingo, recorre ao método “ver, julgar e agir” para avaliar a situação dos jovens à luz “da palavra de Deus e com o testemunho de Jesus Cristo”, de modo a suscitar “mudanças, pessoais e em comunidade, cimentadas nos valores do amor e da esperança”, adianta a nota.

A JOC, que surgiu na Bélgica em 1925 e chegou a Portugal 10 anos depois, tem como missões “a libertação dos jovens trabalhadores” e “ser testemunha da presença libertadora de Jesus e do projeto de Jesus Cristo no seio da classe operária”, lê-se no site do movimento.

RJM/OC

Partilhar:
Share