Marcelo Rebelo de Sousa, António Costa e Augusto Santos Silva assinalam o falecimento do Papa emérito

Foto Vatican Media

Lisboa, 31 dez 2022 (Ecclesia) – O presidente da República Portuguesa enviou uma mensagem de condolências ao Papa Francisco pelo falecimento do Papa Emérito Bento XVI, afirmando que foi “símbolo de estabilidade e de defesa dos valores da Igreja Católica”.

“O Presidente da República sublinhou que ao longo dos seus oito anos de Pontificado, o Papa Bento XVI permaneceu um símbolo de estabilidade e de defesa dos valores da Igreja Católica: o Amor ao próximo, a Solidariedade e o apoio aos mais pobres e aos mais desprotegidos e a importância do Perdão e da Reconciliação”, refere a Presidência da República.

Numa nota publicada na internet, recordam-se as viagens do Papa Bento XVI a Portugal, nomeadamente a que aconteceu em 2010, por ocasião “por ocasião do 10.º aniversário da beatificação dos Pastorinhos de Fátima, Francisco e Jacinta Marto”.

Marcelo Rebelo de Sousa evocou “as palavras de apreço” de Bento XVI “expressas relativamente a Portugal na visita apostólica de 2010, quando visitou Lisboa, Fátima e o Porto.

O Papa emérito Bento XVI faleceu hoje aos 95 anos de idade, anunciou o Vaticano; Bento XVI, eleito em abril de 2005 para suceder a João Paulo II, tinha renunciado ao pontificado em fevereiro de 2013, mantendo uma vida reservada no Mosteiro ‘Mater Eclesiae’, do Vaticano

Na rede social Twitter, o primeiro-ministro português manifestou “votos de pesar a toda a comunidade católica pelo falecimento do Papa emérito Bento XVI”.

“Recordo a honra de o ter acolhido em Lisboa, quando era presidente da Câmara, e a bela celebração a que presidiu no renovado Terreiro do Paço. O seu trabalho e dedicação permanecerão um referencial para os fiéis em todo o mundo”, escreve António Costa, evocando a passagem de Bento XVI pela capital portuguesa, em 2010.

Já o presidente da Assembleia da República Augusto Santos Silva destacou a “estatura intelectual e o gesto fundacional da resignação” do Papa Bento XVI.

“A morte de Bento XVI mergulha em luto profundo a Igreja Católica e os seus fiéis. Homenageio a sua memória, destacando a estatura intelectual e o gesto fundacional da resignação”, afirmou.

PR

Vaticano: Morreu Bento XVI (1927-2022)

Partilhar:
Share