Bento XVI regressou esta Segunda-feira à residência pontifícia de Castel Gandolfo, no arredores de Roma, após a sua viagem a França, a décima do seu pontificado. O avião da Air France, proveniente de Tarbes-Lourdes, pousou no aeroporto romano de Ciampino pelas 15 horas locais, pouco antes do horário previsto. O Papa recebeu as boas-vindas das autoridades civis e religiosas de Roma. No voo de regresso a Roma, Bento XVI enviou, como de costume, um telegrama aos líderes de França e da Itália. A Nicolas Sarkozy, o Papa renovou votos de gratidão pelo “acolhimento caloroso” e assegura que guardará destes dias a imagem da “generosidade” do povo francês. No telegrama enviado ao presidente da Itália, Giorgio Napolitano, Bento XVI fala de “uma solene peregrinação ao santuário de Lourdes, encontrando também doentes de vários países, entre os quais uma significativa parcela do povo italiano”, “Exprimo ao senhor presidente a minha cordial saudação e, enquanto lembro com vivo reconhecimento essa significativa experiência espiritual, penso com gratidão naqueles que , também na Itália, com seu profissionalismo e dedicação, prestam um serviço precioso aos doentes”, disse o Papa. O primeiro compromisso público de Bento XVI após esta viagem é já amanhã, Quarta-feira, na habitual audiência geral semanal, no Vaticano.

Partilhar:
Share