«Estamos unidos», afirma padre Armindo Ferreira

Foto: Jornal da Golpilheira/LMF

Batalha, 28 fev 2022 (Ecclesia) – A comunidade ortodoxa ucraniana na Batalha está a promover uma recolha de bens alimentares, roupas, e material de primeiros socorros, para enviar para a Ucrânia, com a colaboração da paróquia católica, da Diocese de Leiria-Fátima, que cede o espaço.

“Estamos unidos. Colaboramos com tudo o que é possível”, disse hoje o responsável pela paróquia católica da Batalha (Diocese de Leiria-Fátima), à Agência ECCLESIA.

O padre Armindo Ferreira explicou que foi disponibilizado um espaço na paróquia à comunidade ortodoxa ucraniana na Batalha, que é a responsável pela recolha solidária de bens que estão a realizar para enviar para o seu país.

Natacha Kravets, uma das organizadoras desta iniciativa, adiantou que estão a “carregar dois camiões” que vão começar a sua viagem ainda hoje “para a Ucrânia, para Kiev”, onde trabalham com outras associações de voluntários, que também estão em países vizinhos, como “a Hungria e a Polónia”.

“Num momento muito difícil, precisamos da ajuda de todos, da compreensão de todos”, realçou à Agência ECCLESIA.

A entrevistada explica que abriram o voluntariado através da paróquia ortodoxa da Batalha, com a paróquia católica local, e não são apenas aquelas cerca de “20 pessoas – ucranianos, portugueses, franceses” – que estão a “fazer voluntariado, a fazer solidariedade”, mas “Portugal todo”.

Segundo Natacha Kravets, “toda a região” – “Batalha, Marinha Grande, Leiria, Ourém, Coimbra” – está a entregar bens no espaço que serve de armazém no salão paroquial, mas também do Porto, e, neste momento, estão a “recolher produtos alimentares, produtos higiénicos, e algumas roupas para os meninos e para os soldados”.

O ‘Jornal da Golpilheira’ informa que a comunidade ortodoxa ucraniana na Batalha, acompanhada pelo padre Yuvenalii Mulyarchuk, celebra a sua fé, sobretudo aos domingos de manhã, na igreja matriz, disponibilizada pela paróquia católica.

“Estamos muito unidos”, realça Natacha Kravets sobre esta colaboração que existe entre as duas Igrejas Cristãs, observando que a Paróquia católica da Batalha “está ajudar muito” esta comunidade ucraniana.

Este domingo, a comunidade ortodoxa promoveu uma ‘manifestação pela paz na Ucrânia’, em frente ao Mosteiro da Batalha, que teve o apoio da comunidade católica, e entidades públicas locais, lê-se no jornal regional.

CB/OC

Partilhar:
Share