A Acção Católica Rural (ACR) realiza a 10 e 11 de Julho, no Porto, a 6.ª Assembleia Nacional de Delegados.

O encontro, que ocorre na Casa Diocesana de Vilar (antigo Seminário), conta com a presença de cerca de 150 delegados, representando os Grupos de Base das 14 dioceses onde o Movimento está implantado e as Equipas Diocesanas e Nacional.

A assembleia vai fazer o balanço do triénio 2007-2010, definir as linhas de força e estratégias para 2010-2013 e eleger a nova Equipa Executiva Nacional que vai coordenar o Movimento nesse período.

A ACR vai reflectir sobre o seu papel na Igreja e na sociedade actual, procurando perceber os traços definidores das realidades sociais.

O programa inclui a análise das características dos membros do Movimento e dos meios onde se inserem, com base em inquéritos realizados aos grupos e equipas, pelo que o encontro vai ser uma ocasião para os delegados conhecerem melhor a transformação que atinge a sociedade portuguesa.

As mudanças operadas na realidade em que a ACR se insere vão implicar a revisão da sua identidade, desafio que marcará a assembleia.

Além da leitura dos resultados dos inquéritos, que conta com a contribuição de duas sociólogas, está prevista uma intervenção de João César das Neves, intitulada «Leitura Prospectiva das Realidades Sociais e dos Desafios que se colocam à Igreja e ao Movimento», durante a qual vão ser apontadas novas linhas de rumo para a actuação da Igreja e da Acção Católica face ao actual quadro social.

A iniciativa constitui também uma ocasião de encontro e partilha entre todos os participantes, com as suas tradições e culturas.

Raquel Bernardino (ACR) / Agência Ecclesia

 

Partilhar:
Share