Foto: Escola Secundária de Amora

O que ficará na memória dos alunos, das famílias, professores e escolas deste tempo de aulas online? Durante três meses a comunidade educativa providenciou o ensino de conteúdos mas faltou a presença que sempre ajuda a crescer. Fernando Magalhães, presidente da Associação de Escolas Católicas não tem dúvidas que o tempo de confinamento ficará guardado na vida das pessoas, sabendo, por certo, que todos se desejam encontrar na escola em breve.

Partilhar:
Share