Organização vai propor oração, formação e modelos de santidade no dia 23 de cada mês, até 2023

Foto: Igreja Açores

Angra do Heroísmo, Açores, 13 jan 2020 (Ecclesia) – O Serviço Diocesano da Pastoral Juvenil de Angra escolheu 30 igrejas, nas nove ilhas do Arquipélago dos Açores, para realizar as celebrações de oração, dia 23 de cada mês, até à Jornada Mundial da Juventude de Lisboa em 2023.

“Propomos que, em cada mês, uma ‘Igreja JMJ’ da Diocese seja expressão diocesana daquele dia 23: Em cada mês, uma “Igreja JMJ” assumirá a celebração diocesana do dia 23”, explica o Serviço da Pastoral Juvenil da Diocese de Angra, divulga o sítio ‘Igreja Açores’.

Segundo o programa, as ‘igrejas JMJ’ vão receber momento de oração, uma vigília, uma celebração da Palavra, um momento musical/cultural, “dando largas à criatividade e envolvimento dos jovens”.

“Seria tão bom se, em cada mês, a respetiva Igreja JMJ/Ouvidoria, pudesse viver um dia 23 diferente, com um sabor e expressão diocesana, que se dê largas à imaginação e a criatividade seja posta ao serviço da missão”, é o incentivo do Serviço Diocesano da Pastoral Juvenil de Angra que incentiva à transmissão online das celebrações.

‘Mês a mês… até 23’ é o slogan da proposta mensal de oração na Diocese de Angra que quer congregar os jovens para a próxima edição internacional da Jornada Mundial da Juventude, em Lisboa, no verão de 2023.

O Serviço Diocesano da Pastoral Juvenil de Angra vai apresentar também em cada mês um modelo de santidade aos jovens, que não vão ser apenas os padroeiros e intercessores da JMJ Lisboa 2023 mas “figuras mais ou menos conhecidas, incluindo da diocese, “divulgados nas redes sociais”.

A organização da Jornada Mundial da Juventude 2023 desafiou as dioceses portuguesas, através de cada Comité Organizador Diocesano (COD), a promoverem momentos de “oração, diálogo, momentos culturais e desportivos, entre outras iniciativas”, no dia 23 de cada mês, até ao encontro mundial em Lisboa.

A Diocese de Angra propõe também o ciclo de formação ‘Capacita-te’, pelos meios digitais por causa da pandemia, para jovens, animadores de grupos de jovens, agentes de Pastoral Juvenil, delegados da JMJ, catequistas da 4ª fase, chefes de Escuteiros e “todos que desejam capacitar-se para melhor responder aos desafios” dos jovens e da Pastoral Juvenil, para além de catequeses e propostas de oração.

O sítio ‘Igreja Açores’ informa que a participação nesta formação é gratuita e as sessões, com duração de uma hora, vão realizar-se nos dias 25 de janeiro, 8 e 22 de fevereiro, e a 8,15 e 22 de março; Inscrição pelo email pjua.formacao@gmail.com.

CB

Partilhar:
Share