Diocese é a primeira a receber peregrinação nacional da cruz e do ícone de Nossa Senhora

Faro, 27 out 2021 (Ecclesia) – A Diocese do Algarve vai ser a primeira Igreja local de Portugal a receber a peregrinação dos símbolos da Jornada Mundial da Juventude (JMJ) – a cruz e o ícone de Nossa Senhora – a partir desta sexta-feira.

“Será um grande dia para nós algarvios, os símbolos da JMJ chegam à nossa diocese e tu não vais querer perder este momento”, divulga o Comité Organizador Diocesano (COD) do Algarve para a JMJ Lisboa 2023.

Os símbolos da Jornada Mundial da Juventude vão regressar a Portugal, através da Diocese do Algarve, depois da peregrinação nas dioceses espanholas, esta sexta-feira, pelas 20h30, atravessando o rio Guadiana para o porto de Vila Real de Santo António.

Uma comitiva de “algumas dezenas” de jovens algarvios vai participar nos eventos e celebrações da despedida dos símbolos em Espanha, dia 29 de outubro, em Ayamonte, na Diocese de Huelva.

O jornal ‘Folha de Domingo’ informa que a delegação portuguesa vai ser liderada pelo presidente da Fundação JMJ Lisboa 2023, D. Américo Aguiar, e pelo bispo do Algarve, D. Manuel Quintas.

Também vai estar presente o padre Filipe Diniz, diretor do Departamento Nacional da Pastoral Juvenil (DNPJ) e responsável pela peregrinação dos símbolos em Portugal, para além de outros responsáveis algarvios pela peregrinação.

Chegados a Portugal, a cruz e o ícone de Nossa Senhora são levados em procissão para a igreja matriz de Vila Real de Santo António, onde permanecem até às 22h00, depois vão para a Praça da República, para uma vigília de oração, presidida pelo bispo do Algarve, até às 24h00.

O COD do Algarve convida os jovens a levarem a tshirt da JMJ Lisboa e algo que os tenha marcado e ajudado no “caminho de cristão que fazem todos os dias”, esta sexta-feira, e publicou um formulário online para os jovens inscreverem-se nos diversos momentos em que podem participar.

Os dois símbolos da Jornada Mundial da Juventude vão estar em peregrinação na Diocese do Algarve pelas paróquias das quatro vigarias – Tavira (30 de outubro a 6 de novembro), Faro (dias 7 a 13), Loulé (de 14 a 19) e Portimão (22 a 26 de novembro) – e no dia 27, às 13h30, vão ser entregues a representantes da Diocese de Beja.

A cruz e o ícone mariano também vão estar presentes na Jornada Diocesana da Juventude, dias 19, 20 e 21 do próximo mês, em Monchique; na edição mensal ‘rumo ao 23’, em Lagos, e na caminhada diocesana (26 nov), em Loulé.

O jornal ‘Folha de Domingo’ recorda que a diocese recebeu os dois símbolos da JMJ há 11 anos, a 13 de agosto de 2010, na preparação da jornada de Madrid (2011), e já tinha recebido no dia 17 de outubro de 2003, antes da edição de Colónia (2005), na Alemanha.

A cruz e o ícone de Nossa Senhora ‘Maria Salus Populi Romani’ já peregrinaram pelas dioceses de Angola e da Polónia, e, agora, vão percorrer as 21 dioceses católicas de Portugal, até à Jornada Mundial da Juventude em Lisboa, que se vai realizar de 1 a 6 de agosto.

As edições internacionais destas jornadas promovidas pela Igreja Católica são um acontecimento religioso e cultural que reúne centenas de milhares de jovens de todo o mundo, durante cerca de uma semana.

CB/OC

JMJ 2023: Símbolos da Jornada Mundial da Juventude iniciam peregrinação de dois anos em Portugal

Partilhar:
Share