Foto: Agência ECCLESIA/CB

Neste programa ECCLESIA viajamos até ao Algarve, mais propriamente até à cidade de Loulé, para perceber como as festas de Nossa Senhora da Piedade, conhecida como festas da “Mãe Soberana”, se conseguiram adaptar às limitações da pandemia.

Ouvimos o testemunho do pároco de Loulé, padre Carlos de Aquino, e do “homem do andor”, Tiago, que nos fala do “vazio e tristeza” que sente este ano.

Partilhar:
Share