Encontro decorre em Portimão, antes da JMJ Lisboa 2023

Faro, 30 nov 2022 (Ecclesia) – A Comunidade ‘Chemin Neuf’ vai realizar o seu festival anual da juventude, intitulado ‘Welcome to Paradise’, para cerca de 4500 jovens, de 40 países, na Arena de Portimão, na Diocese do Algarve, na semana anterior à JMJ Lisboa 2023.

“O tema gira em torno do querigma, o anúncio do amor, da misericórdia e da salvação em Jesus Cristo. Mas – e para utilizar uma expressão do Papa Francisco – a imagem mais pertinente sobre o festival, que tem também um forte cariz ecuménico, é a da Igreja de portas abertas. É um lugar eclesial onde a Igreja abre suas portas para acolher o jovem do jeito que ele está, como ele está, como ele é, sem nenhuma pergunta, nenhum julgamento, nenhuma condição”, disse o padre Luciano Couto, ao jornal diocesano ‘Folha do Domingo’.

O sacerdote brasileiro, da “comunidade católica com vocação ecuménica” presente em 35 países, acrescentou que a única pergunta que fazem aos jovens é ‘você quer vir?’, e “não interessa” se o participante é ou não cristão ou se vive ou não “de acordo com a doutrina da Igreja”; no verão deste ano, na antiga abadia de Hautecombe (Saboia, França), que pertenceu a monges cistercienses e depois beneditinos, “60% dos 1500 jovens não eram cristãos”.

O festival da juventude ‘Welcome to Paradise’ (Bem-vindo ao Paraíso) foi idealizado a partir da “intuição de Santo Inácio de Loyola do retiro de exercícios espirituais, adaptado para uma pedagogia de festival jovem”, e é “uma preparação espiritual importante para a JMJ”.

 

A Comunidade ‘Chemin Neuf’ (Caminho Novo) organiza este evento anualmente para cerca de 1500 participantes de 40 países, durante quatro semanas na França, é traduzido em 10 idiomas, nos anos da edição internacional da Jornada Mundial da Juventude é realizado no país de acolhimento da JMJ.

Em 2023, é Portimão, na Diocese do Algarve, que acolhe este festival no âmbito dos ‘Dias nas Dioceses’, a semana que antecede o encontro dos jovens com o Papa, de 26 a 31 de julho.

Para além do ‘Welcome to Paradise’, no Portimão Arena, vão realizar atividades por toda a cidade algarvia, na zona ribeirinha, no teatro municipal, no museu, em vários equipamentos desportivos e na praia da Rocha; está a ser preparado por uma equipa no Algarve, uma em Lyon, responsável pela comunicação e divulgação, pelos temas e oradores, e outra equipa em Paris, que vai criar um espetáculo de rua que também vai ser apresentado em Lisboa.

A Comunidade do ‘Chemin Neuf’ enviou, em agosto, uma delegação de seis colaboradores – um padre, um religioso, três jovens brasileiras e um francês – para o Algarve, uma “fraternidade missionária”, que em fevereiro de 2023 vai ser reforçada, é coordenada pelo padre Luciano Couto, o responsável pela comunidade católica no Brasil, que está sediada no Centro Pastoral e Social em Ferragudo.

Na JMJ 2023, de 1 a 6 de julho, vão ter uma igreja no centro de Lisboa, onde vão ser “responsáveis da animação da catequese oficial da jornada naquele ponto”, estão também a preparar “uma dinâmica ecuménica com a Igreja Anglicana, a Igreja Lusitana e algumas Igrejas evangélicas de Portugal”, e, no dia 3 de agosto, depois do acolhimento do Papa em Lisboa, dinamizam uma oração ecuménica pela paz e pela unidade com a Comunidade ecuménica de Taizé (França), informa o jornal ‘Folha do Domingo’.

A Comunidade ‘Chemin Neuf’ é formada por um corpo apostólico que partilha a espiritualidade Inaciana e Carismática, as suas missões e a vida fraterna; Nasceu em Lyon, em 1972, por iniciativa do seminarista jesuíta Laurent Fabre, que após uma experiência de oração num grupo da Renovação Carismática Católica decidiu trabalhar para construir uma fraternidade que evangelizasse e trabalhasse para o bem-comum.

CB/OC

Partilhar:
Share