Lisboa, 23 out 2015 (Ecclesia) – A Juventude Agrária Católica Rural (JARC) agendou dois dias de formação de animadores para “militantes e não militantes”, entre hoje e 25 de outubro, na Casa do Oeste, em Ribamar da Lourinhã.

Num comunicado enviado à Agência ECCLESIA, o movimento informa que a formação de animadores é para jovens a partir dos 16 anos, inclusive, com o objetivo de “reencontrar, reaprender e reerguer a JARC”.

Em reencontrar pretendem “ir ao encontro” das pessoas e dos registos que fazem parte da história da Juventude Agrária Católica Rural para encontrarem “as origens, as razões, os valores” e a sua própria história.

Depois vão “reaprender” a partir do momento em que contactam com a história numa disponibilidade de “querer aprender sobre ela”.

“Não basta falar por alto do lema e dos objetivos da JARC, se não os sabemos aplicar no trabalho que desenvolvemos ao longo do ano, com os nossos grupos base”, alerta o comunicado.

Por fim, o movimento juvenil rural de ação católica quer reerguer-se, ao adquirir estas ferramentas, dando “continuidade” a um percurso e sendo “testemunho” para quem caminha e deseja caminhar com os militantes da Juventude Agrária Católica Rural.

A JARC destaca que “todos podem participar, militantes e não militantes”, na ação de formação em Ribamar da Lourinhã.

A Juventude Agrária Rural Católica é um movimento católico de âmbito internacional que tem como principal objetivo a evangelização dos mais novos e o desenvolvimento do meio rural.

CB

Partilhar:
Share